Papa em Fátima

Veja a mensagem do Papa Francisco aos portugueses

3.334

Papa Francisco deixou uma mensagem de pouco mais de quatro minutos ao "querido povo português" em vésperas de chegar ao País, já na sexta-feira. Veja o vídeo na íntegra.

Em vésperas de chegar a Portugal, o Papa Francisco deixou uma mensagem de pouco mais de quatro minutos num vídeo divulgado esta quarta-feira pelo Vaticano onde, além de agradecer todos os convites (incluindo os muitos que não conseguiu aceitar), pede a união de todos.

“Querido povo português. Faltam poucos dias para a minha e a vossa peregrinação até junto de Nossa Senhora de Fátima. Bem sei que me queriam também nas vossas casas e comunidades, nas vossas aldeias e cidades. O convite chegou-me. Escusado será dizer que o gostaria de aceitar mas não é possível. Desde já agradeço a compreensão com que as diversas autoridades acolheram a minha decisão de circunscrever a visita aos momentos e atos próprios da peregrinação, no Santuário de Fátima, marcando encontro com todos aos pés da Virgem Mãe”, começa por dizer.

“Nas vestes de Pastor Universal com que me apresento diante Dela, oferecendo-lhe um bouquet das mais lindas flores que Jesus confiou aos meus cuidados, ou seja, os irmãos e irmãs do Mundo inteiro, sem excluir ninguém. Preciso da vossa união, física e espiritual. O importante é que seja do coração. Formando um só coração e uma só alma, entregar-vos-ei a todos a Nossa Senhora. O meu imaculado coração será o teu refugio e o caminho que te conduzirá até Deus”, salienta.

“Agradeço as orações e sacrifícios que diariamente ofereceis por mim e que muito preciso. A oração ilumina os meus olhos para saber olhar para os outros como Deus os vê, para amar os outros como Ele os ama. Venha até vós a alegria de partilhar o Evangelho da esperança e da paz. Que o Senhor vos abençoe e a Virgem Mãe vos proteja”, completa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt
Política

O vídeo das nossas vidas

Helena Matos
904

Beija-mão presidencial ao Papa em Monte Real. Um primeiro-ministro a brincar às amas. O país olha para o lado. E indigna-se com o "Correio da Manhã". É a propaganda, senhores. É a propaganda.

Politicamente Correto

É difícil comer cabrito vivo

Helena Matos

Estava a perceber quando terão os trabalhadores do sector privado as suas 35 horas e eis que constato que a Nação se mobiliza contra uma ignomínia: a morte de um cabrito num congresso de cozinheiros 

Saúde Pública

Votar o futuro da Saúde da nação

Francisco Goiana da Silva

Resta-nos a nós, cidadãos, esperar que quando esta medida de Saúde Pública [taxa do sal] for votada, os deputados não se esqueçam de acautelar a vontade da sociedade. 

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site