Logo Observador
Papa em Fátima

Força Aérea mantém aterragem em Monte Real

Apesar de algum vento na zona da Base Aérea nº5, Força Aérea Portuguesa diz que os planos se mantêm como previsto: o Papa deve aterrar em Leiria cerca das 16h.

AFP/Getty Images

A Força Aérea refere ao Observador que, “não há previsão de alterações” ao local de chegada do Papa a Portugal. Apesar de haver cenários alternativos que foram preparados antecipadamente, como estava previsto de início, Francisco deve aterrar em Monte Real cerca das 16h desta sexta-feira.

“A esta hora [poucos minutos depois das 11h da manhã], o plano que está montado é para que o avião aterre aqui em Monte Real”, avança ao Observador o tenente-coronel Manuel Costa, porta-voz da Força Aérea. O militar admite que há “cenários alternativos” ponderados de forma antecipada e que até se faz sentir algum vento da zona do aeroporto militar. Mas, assegura, “não há previsão de alterações” ao plano A montado pela Força Aérea.

Esta manhã, a edição online do Diário de Notícias dava conta de que estaria a ser “ponderada” a hipótese de o avião da Alitalia que transporta Francisco e a sua comitiva de Roma para Portugal pudesse optar por aterrar nas instalações militares do aeroporto de Lisboa em alternativa a Leiria. Em causa, refere o diário, o mau tempo que se faz sentir naquela zona.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: prainho@observador.pt
Política

O vídeo das nossas vidas

Helena Matos
904

Beija-mão presidencial ao Papa em Monte Real. Um primeiro-ministro a brincar às amas. O país olha para o lado. E indigna-se com o "Correio da Manhã". É a propaganda, senhores. É a propaganda.

Papa em Fátima

«Temos Mãe!»

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
700

É natural que os pais se alegrem com os êxitos dos seus filhos, mas não é comum que assumam as suas culpas quando sofrem a tristeza de um filho os ferir com a indignidade de um comportamento criminoso

Felicidade

Portugal

Paulo Tunhas

Acaso Fátima, o Benfica e o “Amar pelos dois” nos vão mudar, para melhor ou para pior, colectivamente, a vida? É claro que não. E pretender o contrário é pura e simplesmente falso.

Igreja Católica

O diabo existe… graças a Deus!

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
104

As nossas representações do diabo são ‘figuras simbólicas’, mas não o próprio demónio, cuja realidade e actuação são verdades de fé reveladas na Bíblia.

Fogo de Pedrógão Grande

Morrer entre brutos é triste

Alberto Gonçalves
2.101

Portugal não cede à baixa política, leia-se permite a impunidade geral. Portugal, repete-se, é uma nação muito forte, leia-se um recreio de oportunistas, desnorteados ao primeiro assomo da realidade.