Logo Observador
Festival Eurovisão da Canção

Nos últimos ensaios, Salvador Sobral até “tocou” trompete. Veja aqui

5.084

Salvador Sobral estava cansado de cantar "Amar pelos Dois" sempre da mesma maneira. Num dos últimos ensaios antes da final, improvisou e imitou um trompete. Quem assistiu, aplaudiu.

SUPINSKY/AFP/Getty Images

Salvador Sobral já tinha avisado numa entrevista: “de zero a dez” estava “treze” cansado de cantar “Amar pelos Dois” sempre da mesma maneira nos ensaios da Eurovisão. Por isso, num dos últimos ensaios de roupa, decidiu improvisar e dar um outro toque à canção que representa Portugal no Festival da Canção em Kiev. Pelo meio, imitou o som de um trompete recorrendo apenas aos lábios e às mãos, como fez já muitas vezes em palco. Quem estava na sala e assistiu, aplaudiu. “Desculpem, mas às vezes tenho de cantar coisas diferentes”, disse no final da atuação.

O representante de Portugal fez o último ensaio antes da grande final na sexta-feira à noite. Foi o ensaio mais importante porque foi com base nele que o júri distribuiu os pontos pelos vinte e seis concorrentes apurados para a final. A pontuação dada a cada concorrente vale 50% da avaliação final das canções: a outra metade será dada pelos telespectadores, que votarão através de chamada telefónica no final da gala da noite deste sábado — mas sem poder votar no próprio país. Não há vídeos nem fotografias do último ensaio porque não é permitido fazer qualquer gravação ou captação de imagem durante a atuação, por ordens da organização da Eurovisão.

Salvador Sobral continua em primeiro lugar nas casas de apostas, nas sondagens públicas e nas redes sociais como favorito à vitória do Festival da Canção, que este ano se realiza em Kiev, capital ucraniana. Se Portugal vencer, fica com a responsabilidade de organizar o evento Eurovisão no próximo ano.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt