Cocktails

Alla salute! No Lisbon Bar Show brinda-se em italiano

No maior evento de bar a nível nacional, que acontece a 16 e 17 de maio no Convento do Beato em Lisboa, os produtos e barmen italianos vão estar em especial destaque. Um 'salute' para todos eles.

Não será de estranhar que se sirvam Negronis em barda neste Lisbon Bar Show. Afinal, é um clássico italiano como poucos.

Getty Images/iStockphoto

Autor
  • Tiago Pais

Tal como nós, portugueses, os italianos têm várias expressões possíveis para acompanhar um brinde. Salute (saúde) será, porventura, a mais popular, com algumas variações possíveis: alla (nostra) salute. O outrora famoso cin cin, entretanto caído em desuso e até encarado com algum desdém, exceto nalguns círculos aristocráticos onde ainda se bebem mimosas ao pequeno-almoço, também é hipótese em Itália. Tal como prosit, expressão de origem latina que significa algo como “faz bem!” Em certas regiões do país, há ainda quem opte por desejar cent’ anni, ou seja, cem anos. De saúde e brindes, isto é.

Em 2016, os cocktails ‘tiki’, de inspiração tropical, estiveram em destaque no evento. Este ano será a vez dos produtos italianos. (foto: © Carlos Rodrigues / Divulgação)

E o que é que isto interessa? Pode interessar muito, pode interessar pouco. Mas interessará sempre qualquer coisa no contexto da próxima edição do Lisbon Bar Show, que arranca esta terça-feira, 16 de maio, no Convento do Beato, em Lisboa. É que o evento, que se descreve como o maior do género a nível nacional — e um dos maiores do mundo –, vai dar especial atenção a tudo o que vem de Itália, especialmente o vermute e os bitters, infusões de álcool com ervas, casos do Campari ou do Aperol, por exemplo. Tanto assim é que o próprio embaixador italiano em Portugal, Giuseppe Morabito, marcará presença na abertura do evento, pelas 13h.

Uma hora depois começam as apresentações. Os primeiros a partilhar um pouco da sua sabedoria com o auditório serão Antonio Parlapiano e Leonardo Leuci do Jerry Thomas Speakeasy, em Roma, presença habitual nas listas de melhores bares do mundo e onde o gin e o vermute servidos são de produção própria. Às 16h, é a vez de Luca Cinalli, cuja carreira começou de forma bastante precoce, aos 12 anos, levado pelo irmão, também ele profissional desta área. Atualmente, Cinalli trabalha no Oriole, em Londres, 32º da mais recente lista dos melhores bares do mundo.

Ainda no que respeita aos italianos, destaque para a presença de Flavio Angiolillo e, criador e proprietário de casas com diversos conceitos em Milão, entre elas o bar mais pequeno do mundo, o Backdoor 43. Ao fim da tarde, Angiolillo vai estar no Demo Bar a falar sobre a sua experiência.

E nem o histórico Toni Conigliaro (não confundir com o basebolista homónimo), londrino mas descendente de italianos, faltará à festa. Conhecido pelo uso de técnicas da gastronomia molecular e criador do The Drink Factory, um laboratório de criação e agência de consultoria, Conigliaro marcará presença no evento no dia 17, a partir das 16h. Nesse segundo e último dia valerá, também, a pena assistir à apresentação de Erik Lorincz, o barman principal do histórico American Bar do hotel Savoy, em Londres, distinguido em 2016 como 2º melhor bar do mundo.

O quê? Lisbon Bar Show
Onde? Convento do Beato, Lisboa
Quando? 16 e 17 de maio, das 13h às 21h
Quanto? Cada entrada, válida para os dois dias, custa 30€

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site