Logo Observador
Papa Francisco

Papa Francisco pede a futebolistas que sejam exemplo para os seus adeptos

O papa Francisco pediu aos futebolistas que sejam exemplo para os seus adeptos, durante a audiência que manteve com jogadores da Juventus e da Lazio, as duas equipas que disputam a Taça de Itália.

L'OSSERVATORE ROMANO / HANDOUT/EPA

O papa Francisco pediu esta terça feira aos futebolistas que sejam exemplo para os seus adeptos, durante a audiência que manteve hoje com jogadores da Juventus e da Lazio, as duas equipas que na quarta-feira disputam a Taça de Itália.

“Considerando o fascínio e a influência que o futebol profissional tem sobre as pessoas, especialmente entre os jovens, tendes uma enorme responsabilidade”, disse Francisco.

O papa considerou que “em cada competição, os jogadores devem dar provas de equilíbrio, de domínio de si próprios e de respeito pelas regras”, acrescentando: “Quem consegue dar provas disto torna-se um exemplo para os seus admiradores”.

Francisco, grande adepto de futebol, lamentou os episódios de violência que algumas vezes ocorrem nos estádios e que “perturbam os jogos e a sã diversão do público”.

“Espero que consigais, naquilo que está ao vosso alcance, ajudar a que as manifestações desportivas sejam apenas isso, graças a um compromisso pessoal de todos”, disse Francisco, desejando um bom jogo às duas equipas.

A Juventus, que lidera a liga transalpina e poderá alcançar o sexto título consecutivo, venceu as duas últimas edições da Taça.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Catolicismo

Medjugorje: solução à vista?

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Para um cristão a investigação sobre as supostas aparições de Medjugorge faz sentido, pois deve conhecer a solidez das suas convicções e estar preparado para responder a quem lhe pedir razão da espera

Venezuela

O drama da comunidade portuguesa na Venezuela

Daniel Bastos

A falta de segurança e o caminho que a Venezuela parece seguir rumo ao abismo estão a levar muitos emigrantes a regressarem para Portugal, sendo já notório que há cada vez mais a voltarem à Madeira.

Família

Guerra e Paz

Margarida Alvim

Há muitas famílias assim. Conjuntos de pessoas que vivem debaixo do mesmo tecto. Os pais sabem de todos, mas cada irmão sabe de si. A razão só pode ser uma: falta de confiança. E falta de amizade.

Catolicismo

Medjugorje: solução à vista?

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Para um cristão a investigação sobre as supostas aparições de Medjugorge faz sentido, pois deve conhecer a solidez das suas convicções e estar preparado para responder a quem lhe pedir razão da espera