Logo Observador
Leilões

Os brincos mais caros do mundo foram vendidos

Sotheby's, uma empresa de vendas por leilão, vendeu o par de brincos mais caro do mundo. "Apollo Blue" e "Artemis Pink" foram leiloados por cerca de 52 milhões de euros, em Genebra.

"Estes diamantes são muito distintos, com uma presença extraordinária, e estamos honrados que a Sotheby's foi a escolhida para os trazer a leilão", refere David Bennet.

Getty Images for Sotheby's

Sotheby’s, uma empresa de vendas por leilão, vendeu o par de brincos mais caro do mundo. Denominados de Apollo Blue e Artemis Pink, os brincos foram leiloados por 57 milhões de francos suíços (cerca de 52 milhões de euros).

Os dois brincos com nomes de deuses da mitologia grega permaneceram juntos, apesar de serem de cores diferentes, e foram rebatizados: Apollo, de cor azul, chama-se agora ‘A memória das folhas de Outono’ e Artemis, de cor rosa, denomina-se de ‘O sonho das folhas de Outono.

O diamante azul, de 14,54 quilates, foi a estrela do leilão e considerado “verdadeiramente excecional”. David Bennett, o presidente internacional da Sotheby’s International Jewellery Division, afirma estar “muito satisfeito” com o facto das “pedras preciosas continuarem juntas como um par de brincos”.

“Estes diamantes são muito distintos, com uma presença extraordinária, e estamos honrados que a Sotheby’s foi a escolhida para os trazer a leilão”, refere David Bennet.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt