Logo Observador
Futebol

Boavista quer “tentar igualar” ou até “superar” em 2017/18 desempenho desta época

O treinador do Boavista, Miguel Leal, disse que o objetivo para 2017/18 na Liga de futebol será, "pelo menos tentar igualar" o que foi conseguido nesta, "mas na expetativa sempre de superar".

JOSÉ COELHO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O treinador do Boavista, Miguel Leal, disse esta quinta feira que o objetivo para 2017/18 na Liga de futebol será, “pelo menos tentar igualar” o que foi conseguido nesta, “mas na expetativa sempre de superar e ter mais algum crescimento”.

Com 42 pontos, o Boavista tem já garantido o nono posto neste campeonato, a melhor classificação da equipa na última década.

Os ‘axadrezados’ estão já a “trabalhar” tendo em vista a próxima temporada, mas “nada está decidido”, reafirmou o técnico, que falava durante a antevisão do jogo com o Benfica, no próximo sábado (20h30), no Estádio do Bessa, no Porto, que faz parte do programa da ronda final da I Liga portuguesa de futebol.

“Estão delineados os perfis dos jogadores que precisamos e as estratégias de construção da equipa, mas ainda não está decidido quem fica e quem não fica”, acrescentou.

Miguel Leal adiantou também que “ainda não” há um objetivo para a próxima época”. “Será feito em função daquilo que conseguirmos construir, digamos assim, mas a procura do Boavista é sempre crescer de uma forma sustentada. Se este ano ficámos em novo, no próximo ano, pelo menos, vamos tentar igualar, mas na expetativa sempre de superar e ter mais algum crescimento”, apontou.

O Boavista já não deverá contar com o extremo Iuri Medeiros, emprestado pelo Sporting e que foi o melhor marcador dos ‘axadrezados’, com sete golos apontados.

“Foi uma mais-valia para o Boavista, mas o jogador também cresceu muito no Boavista”, salientou.

O plantel boavisteiro entra de férias depois da partida com o Benfica.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Fogo de Pedrógão Grande

Assim, nada vai mudar

Alexandre Homem Cristo

A quem se entrega um dossier que se pretende inconclusivo? Ao parlamento, claro – um cemitério de reformas políticas e um palco de desentendimentos que nunca desilude nos espectáculos mediáticos.

Ocidente

A tradição ocidental da liberdade sob a lei

João Carlos Espada

A velha ideia de Universidade é uma das ideias centrais da Tradição Ocidental da Liberdade sob a Lei. Ambas serão celebradas entre hoje e quarta feira no Estoril Political Forum.

Fogo de Pedrógão Grande

Tudo é nada. E o nada é medo

Helena Matos

O imprevisível tornou-se no terror do Governo. Porque é o imprevisível que expõe o logro desse Estado cheio de “meninas César" que gasta metade da riqueza nacional e desaparece quando gritamos Socorro