Logo Observador
Crise Política no Brasil

Dilma e Lula terão recebido 134 milhões em contas no exterior

742

Joesley Batista relatou pagamentos em contas no exterior para os ex-Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. O saldo em 2014 teria chegado a cerca de 134 milhões de euros.

Igo Estrela/Getty Images

Os ex-Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff estão também envolvidos na delação da JBS, tendo recebido dinheiro de Joesley Batista. Foi o próprio empresário Joesley Batista que relatou pagamentos em contas no exterior tanto para Lula como para Dilma. O saldo dessas contas em 2014 teria chegado a 478 milhões de reais (cerca de 134 milhões de euros).

Segundo o jornal Globo, o ex-ministro Guido Mantega teria sido o intermediário dos pagamentos que eram devidos em razão de esquemas criminosos no BNDES — o Banco Nacional de Desenvolvimento — e em fundos de pensões. Em 2010, por intermédio do ex-ministro Antonio Palocci, teria sido feito outra transferência de 30 milhões de reais (cerca de 8,3 milhões de euros) para a campanha de Dilma.

Estas revelações são apenas uma parte do que o empresário tem estado a revelar às autoridades ao abrigo do acordo de delação premiada, uma ferramenta judicial brasileira que, perante a partilha de informações sobre outros potenciais crimes, pode ajudar a reduzir a pena de uma pessoa já acusada.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt