Logo Observador
Guiné-Bissau

Presidente da Guiné-Bissau participa na cimeira arabo-islâmica na Arabia Saudita

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, viajou hoje para Arábia Saudita onde vai participar na cimeira de países árabes e islâmicos, no domingo.

José Mário Vaz fez-se acompanhar do seu conselheiro especial, Braima Camará, mas que se juntou à comitiva presidencial na qualidade de presidente da Camara do Comercio, Industria, Agricultura e Serviços

Pedro Nunes/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, viajou hoje para Arábia Saudita onde vai participar na cimeira de países árabes e islâmicos, no domingo, na qual estará também o líder norte-americano, Donald Trump.

Em curtas declarações aos jornalistas no aeroporto de Bissau, José Mário Vaz, afirmou que vai aproveitar a cimeira para se encontrar com os seus homólogos, sobretudo “de países amigos e irmãos” africanos.

O Presidente guineense estará de regresso à Bissau na segunda-feira.

José Mário Vaz fez-se acompanhar do seu conselheiro especial, Braima Camará, mas que se juntou à comitiva presidencial na qualidade de presidente da Camara do Comercio, Industria, Agricultura e Serviços (CCIAS).

A viagem do Presidente guineense para Arabia Saudita ocorre na mesma altura em que não se encontram no país o primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, em visita oficial ao Dubai, e o líder do Parlamento, Cipriano Cassamá, que se encontra na Costa do Marfim, também em viagem de trabalho.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Terrorismo

O respeitinho é muito bonito, mas pouco eficaz

Alberto Gonçalves
358

É injusto generalizar? Com certeza. Mas a aversão a generalizações, ou o respeito trémulo pelo islão, não tem corrido bem. Quando o resultado da reverência é este, talvez valha a pena tentar a afronta

Venezuela

O drama da comunidade portuguesa na Venezuela

Daniel Bastos

A falta de segurança e o caminho que a Venezuela parece seguir rumo ao abismo estão a levar muitos emigrantes a regressarem para Portugal, sendo já notório que há cada vez mais a voltarem à Madeira.

Venezuela

O drama da comunidade portuguesa na Venezuela

Daniel Bastos

A falta de segurança e o caminho que a Venezuela parece seguir rumo ao abismo estão a levar muitos emigrantes a regressarem para Portugal, sendo já notório que há cada vez mais a voltarem à Madeira.

Família

Guerra e Paz

Margarida Alvim

Há muitas famílias assim. Conjuntos de pessoas que vivem debaixo do mesmo tecto. Os pais sabem de todos, mas cada irmão sabe de si. A razão só pode ser uma: falta de confiança. E falta de amizade.

Catolicismo

Medjugorje: solução à vista?

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Para um cristão a investigação sobre as supostas aparições de Medjugorge faz sentido, pois deve conhecer a solidez das suas convicções e estar preparado para responder a quem lhe pedir razão da espera