Mercado

Volkswagen taxativa: Bentley e Bugatti são para manter

A notícia de que a VW ponderará vender a Ducati deu origens aos rumores de que também a Bentley e a Bugatti poderiam estar em vias de ser alienadas. O grupo germânico recusa liminarmente a hipótese.

Autor
  • António Sousa Pereira

O responsável pelas marcas de luxo do Grupo Volkswagen, Oliver Blume, na foto acima, não deixa margem para dúvidas: “Não existem considerações para vender o que quer que seja.”

A afirmação surge na sequência dos rumores que apontavam como provável a venda, por parte do conglomerado germânico, da Bentley e da Bugatti, e em cuja origem estará a (essa sim) provável venda da Ducati, como forma de contribuir para a capitalização de uma empresa que ainda padece dos efeitos do chamado Dieselgate, e dos elevados custos do mesmo decorrentes.

Segundo a agência Reuters, Oliver Blume, que também tem a seu cargo a Porsche, aproveitou a oportunidade para sublinhar, ainda, que a cooperação entre o fabricante de desportivos e a Bentley já gerou mais benefícios em sinergias anuais do que os 100 milhões de euros inicialmente estabelecidos como meta.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site