Reino Unido

British Airways suspende voos por causa de falha informática

Companhia aérea britânica suspendeu todos os voos com partida de Heathrow e Gatwick, que deveriam ocorrer este sábado, devido a falha informática motivada por um "problema no fornecimento elétrico".

Os aeroportos de Heathrow e Gatwick são os mais movimentados da capital londrina

Getty Images

A companhia aérea britânica British Airways (BA) cancelou todos os voos dos aeroportos de Heathrow e Gatwick que deveriam ocorrer este sábado, por causa de uma falha informática global. Na origem da falha esteve um “problema com o fornecimento elétrico”, explicou Alex Cruz, líder da empresa, garantindo que não se tratou de nenhum ciberataque e que vai “apressar os reembolsos”.

Em Portugal, foram cancelados pelo menos quatro voos no aeroporto de Faro, dois provenientes e dois com destino a Gatwick, Londres, informou a ANA — Aeroportos de Portugal. Em Lisboa, foi cancelado um voo com destino a outro aeroporto de Londres, o de Heathrow, que deveria ter partido às 18h50, e foi anulada a partida de um avião da BA que deveria ter aterrado na capital portuguesa pelas 18h05.

As repercussões do incidente sentiram-se em mais aeroportos do mundo, como o de Roma, Praga, Milão, Estocolmo ou de Málaga, diz a BBC.

A British Airways anunciou, entretanto, que está a trabalhar para que no domingo os serviços estejam repostos, apesar de acreditar que ainda vão existir algumas perturbações.

Os aeroportos de Heathrow e Gatwick são os mais movimentados da capital londrina, e este fim de semana é também uma altura especialmente movimentada por coincidir com o início da interrupção escolar e por segunda-feira ser feriado nacional.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a British Airways começou por dizer que os terminais mais movimentados daqueles dois aeroportos estavam a ficar “extremamente congestionados” devido às perturbações informáticas, pelo que decidiu cancelar todos os voos que iriam sair daqueles dois aeroportos. “Por favor não venham para os aeroportos”, alertou a British Airways num comunicado onde pedia a todos aqueles que tinham voos marcados até às 18h para verificarem primeiro o estado do seu voo antes de se deslocarem para o aeroporto.

“Lamentamos profundamente o inconveniente e o transtorno que está a causar aos nossos clientes, estamos a trabalhar para resolver a situação o mais depressa possível”, disse a companhia aérea.

Entretanto, segundo a Sky News, a companhia aérea rejeitou que a falha no sistema tenha tido origem num “ataque informático”. “Não encontramos indícios de que se tenha tratado de um ciberataque”, disse. Mas ainda se desconhece a origem do problema.

Segundo a imprensa britânica, as maiores perturbações registaram-se no Terminal 5 do aeroporto de Heathrow, com os passageiros a queixarem-se de falta de informação. A British Airways aconselhou apenas os passageiros a consultarem todas as informações no site www.ba.com, mas a página esteve em baixo durante grande parte do tempo e no Twitter a informação também é escassa.

“Pedimos desculpa pela atual falha no sistema informático. Estamos a trabalhar para resolver a situação o mais depressa possível”, limitaram-se a escrever.

O aeroporto de Heathrow disse apenas que o problema informático que tinha levado aos atrasos nos voos estava a ser resolvido em colaboração com a British Airways. Além das partidas de Heathorw e Gathwick, em Londres, também as chegadas dos passageiros que regressavam a Londres vindos dos EUA e Europa sofreram atrasos.

Depressa se instalou os caos naqueles dois aeroportos de Londres, com vários passageiros a reportarem a situação nas redes sociais: muitas filas e funcionários do aeroporto a terem de escrever as informações sobre os voos à mão, num quadro branco, devido às falhas informáticas.

As perturbações acontecem um dia depois de o aeroporto de Gatwick ter enfrentado o caos com longas filas devido a problemas no sistema de bagagem. Os passageiros foram obrigados a viajar esta sexta-feira sem a bagagem de porão, tendo-lhes sido indicado que pusessem todos os valores e bens essenciais na bagagem de mão.

Na altura o aeroporto pediu desculpa pelo inconveniente e disse estar a tratar do processo de devolução de toda a bagagem para os respetivos destinos.

A British Airways tem sido alvo de críticas crescentes, tendo este sábado os passageiros aproveitado as redes sociais para fazerem as suas reclamações contra a companhia aérea.

Uma passageira partilhou no Twitter a carta que a companhia aérea lhe deu no aeroporto, onde a British Airways dá conta dos problemas informáticos e pede para os passageiros não permanecerem no aeroporto enquanto esperam. “Se precisar de alojamento contacte o nosso serviço de Pay and Claim para reivindicar o reembolso das despesas”, escrevem.

*Artigo atualizado às 18h40 com nova informação sobre o cancelamento dos voos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rdinis@observador.pt
Brexit

Quem disse que sair da Europa era fácil?

Diana Soller

Esperemos que o executivo britânico se reorganize depressa. Ainda que o divórcio tenha tido até agora pouco de litigioso, uma das partes põe paus na engrenagem. E nas separações todo o cuidado é pouco

IPSS

Raríssimas: o Estado é parte do problema

Rui Ramos

Mais do que por uma “vida de luxo”, a direcção da Raríssimas foi atraída por uma “vida de Estado”. Libertar a sociedade deste Estado gordo e promíscuo seria um meio de a libertar das piores tentações.

Brexit

Quem disse que sair da Europa era fácil?

Diana Soller

Esperemos que o executivo britânico se reorganize depressa. Ainda que o divórcio tenha tido até agora pouco de litigioso, uma das partes põe paus na engrenagem. E nas separações todo o cuidado é pouco

Crianças

Há Natais e Natais...

Rute Agulhas

Pais, mães, avós e restante família alargada. Deixemos as crianças viver a magia do Natal. Acreditar, mesmo que seja a fingir, no Pai Natal e nas renas, e na fábrica de brinquedos, e nos duendes.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site