Logo Observador
Passadeira Vermelha

Festival de Cannes. Dress code, qual dress code?

A par dos longos vestidos e diamantes, a 70ª edição do festival de Cannes quebrou as rigorosas regras da passadeira vermelha com casacos de cabedal, ténis, tops curtos e até calças de ganga.

A passadeira vermelha da 70ª edição do festival de Cannes, que decorreu de 17 de maio a 28 de maio, encheu-se de longos vestidos imaculados mas também abriu portas a coordenados rebeldes que quebraram o rigoroso (mas não escrito) dress code do festival de cinema. Enquanto Elle Fanning e Jessica Chastain deslumbraram num detalhado Vivienne Westwood Couture e Alexander McQueen, respetivamente, a veterana Vanessa Redgrave calçou uns ténis Converse contra todas as regras de vestuário. Já em 2016, Julia Roberts entrou descalça na passadeira vermelha de Cannes como uma forma de protesto e numa referência às várias atrizes que, até à data, foram proibidas de entrar no evento porque deixaram os sapatos de salto alto em casa.

Julia Roberts entrou descalça na passadeira vermelha do Festival de Cannes em 2016. Fê-lo em protesto: em 2015, várias atrizes foram proibidas de entrar no evento porque calçaram sapatos com salto raso para a ocasião. (Foto: Getty Images)

Em 2017, Kristen Stewart juntou-se à causa com um modelo cinza de suspensórios, assinado por Chanel, e um top justo e curto. “Claro que existe um dress code específico. Eles ficam muito irritados se não usarmos saltos, mas sinto que não podem exigir isso. Se não exigem que os homens usem salto e vestido, não podem exigir isso de mim”, disse a atriz em entrevista ao The Holywood Reporter.

A par do protesto #flatgate, o dress code não oficial da cerimónia incentiva que as mulheres usem vestidos longos em vez de calças ou peças provocadoras. Dois requisitos que Kendall Jenner decidiu ignorar na passadeira vermelha da festa “Fashion For Relief”. A modelo optou por uns calções de ganga e um top curto, assinado por Alexandre Vauthier, para romper com as escolhas tradicionais. Mas não foi a única: a atriz Uma Thurman seguiu o mesmo exemplo e trouxe um casaco de cabedal para a passadeira vermelha, enquanto a atriz francesa Marion Cotillard usou umas calças de ganga na apresentação do filme Ismael’s Ghosts (Les Fantomes d’Ismael).

Em fotogaleria, reunimos as escolhas que romperam com o dress code da passadeira vermelha mais elegante do mundo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt