Logo Observador
Exercício Físico

Floatfit: o novo treino que queima calorias a flutuar na água

145

Está a chegar uma nova aula aos ginásios Holmes Place que, em 30 minutos, queima 300 calorias em cima de uma prancha na piscina. Se sempre sonhou caminhar na água, agora pode saltar e flutuar.

O FloatFit é uma nova modalidade que chegou aos ginásios Holmes Place e queima, em média, 300 calorias em 30 minutos.

Holmes Place

Autor
  • Sílvia Silva

“Já experimentaram paddle em cima de uma prancha no mar?”, pergunta Rute Pereira, responsável pelas aulas do ginásio Holmes Place da Avenida Defensores Chaves, em Lisboa. “Não? O Floatfit é parecido”, responde perante os olhares de negação. O treino começa dentro de água, com uma touca na cabeça e com o fato de banho (e corsários) obrigatórios, a prender uma prancha flutuante à piscina. “Prendam a acquabase até ficar imóvel ou as pranchas vão chocar umas contra as outras. Agora subam lá para cima e não se preocupem: vão todos cair à piscina”, alerta a instrutora, em pé, na plataforma. Cinco minutos depois, a aula arranca com um exercício que consiste em fazer ondas na água apenas com a força dos braços e pernas. As acquabase antiderrapantes balançam de um lado para o outro e, para manter o equilíbrio, é necessário trabalhar os músculos abdominais e os glúteos. “Força! Isto parece um rio calmo, quero que pareça um tsunami.”

De pé, a prancha começa a escorregar e torna-se cada vez mais difícil não cair à piscina. “O segredo é manter os pés apoiados no centro da prancha”, aconselha Rute Pereira. Depois dos agachamentos, chega a hora dos abdominais e, como um verdadeiro treino intervalado de alta intensidade, começam a cair as primeiras gotas de suor impercetíveis para quem flutua na água. “Agora que estão a suar já apetece dar um mergulho, não é?”, ri-se a instrutora. “Isto é muito puxado”, justifica um participante que, entre saltos de burpees e pranchas com flexão de joelho, cai à água. “Lembrem-se que, quando caem, o objetivo é voltar a executar o exercício o mais rápido possível. Só realizamos descansos de 30 segundos entre as três séries de exercícios”, explica a responsável pela piscina do Holmes Place Avenida Defensores Chaves — um dos 11 clubes onde a modalidade chegará ao mapa de aulas neste mês de junho.

Trinta minutos depois, o treino criado em Inglaterra — apto para todos os praticantes de exercício com mais de 16 anos — termina com um desafio. “Quem consegue realizar um salto acompanhado de uma rotação de 180º?”, questiona Rute Pereira antes dos alongamentos. “Aqui não queremos trabalhar só o corpo mas desenvolver o equilíbrio”, incentiva. A provação transforma os burpees em exercícios inofensivos e o riso ecoa pelas quatro pistas de natação. “Não custa tentar”, ouve-se em retorno. A par de grandes tentativas e bem-sucedidas execuções, uns caem na piscina e outros mergulham para soltar a plataforma flutuante e entregá-la à instrutora do treino. A modalidade está disponível durante vários horários por 61,90€ por mês. Se quiser experimentar, a primeira queda (perdão, aula) é grátis.

Nome: FloatFit
Morada: Disponível em 11 ginásios Holmes Place (Cascais, Miraflores, Quinta da Beloura, Quinta da Fonte, Alvalade, Amoreiras, Defensores de Chaves, Parque das Nações, Aveiro, Boavista e Braga)
Telefone: 21 351 1300
Horário: Consulta online
Preço: 61,90€/mês (livre trânsito)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

A estranha geração dos adultos mimados

Ruth Manus

O fato de termos sido criados com cuidado e afeto pelos nossos pais, começou a confundir-se com uma espécie de sensação de que todos devem nos tratar como eles nos trataram.