Logo Observador
Brunch

Domingo é dia de família. E destes brunches também

180

Uns têm animação e babysitting, outros menu infantil, outros ainda uma localização privilegiada para ir com crianças. Juntámos seis brunches para ir em família, três na Grande Lisboa e três no Porto.

O brunch do Dolce CampoReal foi lançado em maio e é inteiramente pensado para famílias. Enquanto os pais se perdem na mesa de saladas e marisco, por exemplo, os filhos têm nuggets de frango e guloseimas espalhadas pelo buffet. Como em todas as opções que sugerimos neste artigo, o melhor é reservar com antecedência.

Divulgação

Dolce CampoReal Lisboa

Rua do Campo, Turcifal (Torres Vedras). Domingos das 12h às 16h. 30€ adultos, 15€ crianças dos 4 aos 12, grátis até aos 3 anos

De um lado estão as ostras e o espumante, do outro as panquecas, as pipocas e a gelatina. O novíssimo brunch do Dolce CampoReal Lisboa leva a sério o objetivo de ser para toda a família e tem opções que tanto caem no goto dos adultos (olá marisco) como das crianças (viva, guloseimas).

Percorrer toda a oferta da novidade lançada no primeiro fim de semana de maio requer um estômago largo e até uma entrada na cozinha. Isto porque o brunch acontece no Grande Escolha, o restaurante de fine dinning do hotel em que os pratos são confecionados em open space.

Uma parte do brunch está dentro da cozinha e há pratos quentes feitos no momento pelo chefe Rui Fernandes e a sua equipa. © Divulgação

Os pratos quentes são portanto feitos no momento e ao vivo, das favinhas com enchidos ao ratatui de legumes, passando pela carbonara de frango que os mais pequenos querem logo provar e a picanha cortada na hora. Mas antes de chegar a esta fase há muito para provar no buffet: uma seleção de pastelaria e padaria, queijos e enchidos, saladas simples e compostas, ou ainda uma zona de peixe e marisco com ostras com lima, mexilhão com molho algarvio, camarão cozido ou bacalhau fumado com grão. As bebidas são à discrição — e incluem sumos, refrigerantes, cerveja nacional, vinho seleção Dolce CampoReal e espumante — mas guarde espaço para as sobremesas, pois há mais uma mesa só para elas.

Como lembram os smarties espalhados pela zona dos doces, todo o brunch do hotel conhecido também pelo campo de golfe está pensado para famílias com crianças e há mesmo uma sala aberta para o restaurante com animação infantil e monitores que podem olhar pelos filhos enquanto os pais se prolongam à mesa. Porque um brunch destes demora. E esse é mesmo o objetivo.

O brunch acontece no restaurante Grande Escolha. © Divulgação

Valverde Hotel

Avenida da Liberdade, 164. Domingos das 12h30 às 16h. 24,50€ adulto, 15€ o menu infantil (até aos 12 anos)

Acontece apenas uma vez por semana e é daqueles programas que pedem uma reza a São Pedro, porque tem outro sabor quando acontece ao ar livre. Afinal, não é à toa que o pátio interior do hotel Valverde é conhecido como “um pequeno oásis escondido na Avenida da Liberdade”. E se o bom tempo o permitir, é aqui que é servido o brunch de domingo, com direito a música ao vivo (jazz ou bossa nova) e vista para a piscina e a vegetação tropical.

A refeição acontece em quatro momentos: primeiro vem o cesto de pães e pastelaria com manteiga e compotas, depois a salada de salmão fumado e pepino, a mini-quiche de legumes, o ovo mexido e o iogurte grego com frutos vermelhos, de seguida o prato quente (sugestão do chefe do restaurante Sítio), e por fim uma seleção de sobremesas que inclui uma mini-espetada de fruta tropical, salame de chocolate, pastel de nata e tarte de lima merengada. Os 24,50€ incluem sumo do dia e uma bebida quente, mas por mais 14€ pode acrescentar uma flute de champanhe.

Se conseguir, reserve uma das duas mesas junto à piscina. A música ao vivo acontece naquele pequeno palco ao fundo, enquanto dura o brunch. © Divulgação

Como domingo é dia de família, o hotel acrescentou também um menu infantil ao brunch, para crianças até aos 12 anos, feito também de quatro momentos, todos com duas opções: ovo mexido ou iogurte com cereais, mini-croissant misto ou panqueca com chocolate, mini-hambúrguer com batata frita ou massa com queijo e fiambre, e ainda salame de chocolate ou mini-pastel de nata. Mesmo ao lado do pátio fica a chamada sala de cinema, forrada com papel de parede que remete para os filmes de Júlio Verne e onde os mais novos, se pedir com jeitinho, podem ficar a ver desenhos animados ou a fazer desenhos.

Se não gostar do prato quente proposto pelo chefe, pode compor o seu próprio brunch. © Divulgação

Topo Chiado

Terraços do Carmo (Lisboa). Todos os dias das 12h às 16h. 17€ adulto, 8,50€ o menu infantil (até aos 12 anos)

É um dos brunches mais recentes da capital e em menos de seis meses tornou-se tão pedido que já não acontece apenas aos fins de semana mas todos os dias, das 12h às 16h. Ao trunfo da localização, em plenos Terraços do Carmo e com vista privilegiada para o Elevador de Santa Justa e o Castelo, o Topo Chiado junta um menu simples mas completo (estão lá os ovos, o pão e croissant, a fruta, o iogurte com granola e o sumo natural), sem esquecer uma opção vegetariana onde o wrap de frango, o fiambre e o salame de chocolate são substituídos por burrata com beringela grelhada, salada de rúcula com sementes de girassol e brownie de batata doce.

Embora não haja animação para os mais pequenos, o brunch tem sido muito procurado por famílias que não se importam de subir as escadas que levam ao topo para aproveitar a esplanada abrigada e onde os miúdos podem estar à vontade. A pensar neles, há cadeiras altas e um menu infantil com sumo natural, sortido de pães, croissant, ovos (molhados ou estrelados), fruta e salame.

É possível que o brunch apareça nas fotografias dos turistas encavalitados no Elevador de Santa Justa, tal a proximidade. © Divulgação

Restaurante Terrella

Rua Ofélia Diogo Costa 105 A (junto à Casa da Música). 91 065 9368. Domingos das 11h30 às 15h30. 16€ adultos, 8€ crianças dos 5 aos 10, grátis até aos 4 anos

Aos domingos são muitas as famílias que rumam ao Terrella para satisfazer o apetite de miúdos e graúdos. Os diferentes pratos, saladas, crepes e waffles, queijos e enchidos, pães, croissants, doces e frutas, pensados pelo chefe consultor Hélio Loureiro, estão à disposição de todos em regime de buffet.

A única discriminação (positiva) está no preço: 16€ para os adultos, metade para crianças entre os cinco e os 10 anos, totalmente gratuito para os mais pequeninos. Inclui uma bebida quente, uma fria e café expresso no final. O espaço é amplo e a casa de banho tem fraldário. A procura é elevada, pelo que se aconselha reserva.

Uma parte dos pratos disponíveis no brunch do Terrella. © Divulgação

Soundwich

Av. do Parque, 595 (Parque da Cidade). 22 322 8117. Sábados, domingos e feriados das 12h às 16h. 19,90€, 12,50€ para crianças até aos 9 anos e gratuito para bebés.

“PickABrunch” é como se chama no Soundwich a refeição que junta pequeno-almoço e almoço num só momento. Depois de cerca de um ano de interrupção, o “PickABrunch” voltou renovado, bem a tempo do verão, com o showcooking como novidade. Quer isto dizer que há pratos confecionados aquando do pedido pelos chefes Pedro Pereira e Adozinda Gonçalves em frente ao cliente, para que miúdos e graúdos aprendam alguns truques.

À chegada os visitantes maiores de idade são recebidos com uma taça de champanhe. Depois, é só ir até ao buffet e escolher entre frutas, pães, croissants, empadas, tortilla, ovos Benedict, crostinis, panquecas, compotas, iogurtes, queijos, pratos principais, saladas e sobremesas, que vão variando todas as semanas, consoante os produtos mais frescos do mercado.

De resto, o brunch do Soundwich é especial pelas mesas ao ar livre, em contacto com o Parque da Cidade, o pulmão verde do centro do Porto. Para além de muito espaço e alguns animais, para as crianças até aos nove anos de idade há ainda um preço mais em conta (12,50€) e uma caixa de brinquedos à disposição. No inverno existiu um serviço de babysitting na “Casa das Brincadeiras”, que atualmente está suspenso, à espera que seja construído um novo espaço para esse fim. “Escorregão já temos”, adianta Joana Lencastre, a gerente. Contudo, se houver um mínimo de seis crianças, e mediante reserva prévia, o Soundwich pode ter uma babysitter para tomar conta dos mais novos. De resto, no “PickABrunch” só há 30 lugares, pelo que se aconselha a reserva.

No Soundwich é fácil esquecermo-nos de que estamos numa grande cidade. Depois ou antes do brunch, aconselha-se um passeio pelo Parque da Cidade. © Divulgação

Crowne Plaza

Avenida da Boavista, 1466. 22 607 2500. Domingos das 12h30 às 15h. 22€ adultos, 11€ crianças dos 5 aos 10, grátis até aos 4

Domingo é dia de brunch neste hotel de cinco estrelas. E uma das grandes vantagens de escolher um brunch num hotel é a facilidade de estacionamento, tão importante quando se tem crianças de colo, por exemplo. E o do Crowne Plaza é gratuito.

Mas vamos à comida, que é o que verdadeiramente interessa. Ao todo estão disponíveis mais de 40 opções servidas no restaurante Poivron Rouge em regime de buffet, com destaque para os mini hambúrgueres de peixe, os mini bifes em bolo de caco, o shot com gaspacho alentejano e miolo de sapateira, os ovos feitos na sala e as várias miniaturas de sobremesa. O menu inclui opções sugeridas pela Associação Portuguesa de Nutricionistas.

As crianças dos 5 aos 10 anos têm 50 por cento de desconto no preço e há uma mascote, a “Crownie”, que se dedica inteiramente a entretê-las com pinturas e balões, enquanto os pais se demoram na mesa. As casas de banho do primeiro e segundo piso estão equipadas com fraldário.

A mascote do Crowne Plaza entretém as crianças durante todo o brunch. © Divulgação

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: adferreira@observador.pt