Segurança

Quer saber por que os testes são importantes? Para não lhe acontecer isto

Demonstração da importância dos testes intensivos que as marcas fazem antes de lançar um carro no mercado, um Audi A7 em desenvolvimento foi apanhado a arder nos Alpes. Para que não aconteça consigo.

Autor
  • Francisco António

Embora a maioria dos condutores olhe para o seu automóvel como um produto acabado, a verdade é que, até ao momento do seu lançamento no mercado, anos de trabalho passaram, milhões de euros foram gastos e um número interminável de testes e quilómetros foram cumpridos, nas mais diferentes situações e com viaturas quase idênticas à sua (basicamente, não tão bem acabadas ou luxuosas), de forma a garantir que, quando o modelo de produção chega às ruas, tudo corre pelo melhor. E não aconteçam, por exemplo, situações como aquela por que passou uma das unidades Audi A7 de desenvolvimento, que se encontrava a cumprir uma bateria de testes nos Alpes austríacos, e que acabou totalmente consumida pelas chamas.

Com chegada prevista ao mercado apenas para 2019, o futuro A7 encontra-se, no entanto, já em testes de estrada, levados a cabo por unidades de desenvolvimento, destinadas a serem submetidas às mais exigentes e difíceis situações com que um futuro proprietário possa vir um dia a deparar-se. Procurando, dessa forma, impedir que, uma vez nas mãos dos respectivos condutores, estes vivam momentos aflitivos como aquele por que passou um A7 de testes que, na paisagem idílica dos Alpes austríacos, acabou repentinamente tomado por um fogo, que terá deflagrado debaixo do próprio capot.

Embora nada tenha acontecido aos ocupantes, que ainda conseguiram encostar a viatura à berma, imagens agora divulgadas mostram que nem mesmo com a ajuda da assistência rodoviária foi possível salvar o carro. Só o atrelado, que na altura puxava, terá escapado às chamas.

Ainda sobre o veículo de teste que acabou totalmente destruído, são perceptíveis as tecnologias na grelha frontal que fazem antever a presença de várias funcionalidades relativas com a condução autónoma, isto num modelo em que, também sabe-se já, terá por base a nova versão mais evoluída da plataforma MLB, a MLB Evo. A qual a marca dos quatro anéis já utiliza no SUV Q7 e que é sinónimo, entre outros aspectos, de redução significativa no peso do veículo e, consequentemente, no consumo de combustível.

O futuro A7 deverá ser desvendado ainda este ano, muito provavelmente durante o próximo Outono, ou o mais tardar, no início de 2018.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site