Universidades

Universidade da Beira Interior integra programa das Nações Unidas

A Universidade da Beira Interior, sediada na Covilhã, vai integrar a "United Nations Academic Impact", programa que reúne academias e instituições de todo o mundo ligadas à investigação.

a UBI passará a organizar anualmente pelo menos uma atividade centrada nos dez desígnios que vinculam os membros da UNAI

ANTÓNIO JOSÉ/LUSA

A Universidade da Beira Interior (UBI), sediada na Covilhã, vai integrar a “United Nations Academic Impact (UNAI)”, programa que reúne academias e instituições de todo o mundo ligadas à investigação.

Em nota de imprensa publicada na página oficial da UBI na internet, a universidade adianta que desta forma ficará associada a mais de 1.000 instituições mundiais que se comprometem a incentivar os propósitos da ONU através de atividades de educação e investigação.

O objetivo deste programa é associar as instituições de ensino superior aos objetivos das Nações Unidas através de atividades educativas e investigação, numa cultura partilhada de responsabilidade social e intelectual”, acrescenta.

Segundo a nota, a UBI passará a organizar anualmente pelo menos uma atividade centrada nos dez desígnios que vinculam os membros da UNAI, tais como o compromisso de incentivar através da educação os princípios da Carta das Nações Unidas, a cidadania, a promoção da paz e a resolução de conflitos, o diálogo, a compreensão intercultural e a sustentabilidade.

O respeito pelos direitos humanos também faz parte dessa lista, bem como os objetivos centrados na atividade específica dos associados da UNAI: criação de oportunidades de formação académica das pessoas, independentemente do género, raça, religião ou etnia, garantia de oportunidades de formação superior a todos os indivíduos e melhoria dos sistemas de ensino superior em todo o mundo”.

De acordo com a informação, em Portugal, apenas quatro universidades fazem parte deste organismo das Nações Unidas, fundado em 2010, por Ban Ki-moon, antecessor de António Guterres no cargo de secretário-geral da ONU.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site