Startups

Farfetch prepara entrada em bolsa e pode valer 4,5 mil milhões

969

A tecnológica fundada pelo português José Neves está preparar a ida para bolsa, avança a Sky News, e pode valer cinco mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros).

Nic Serpell-Rand

A Farfetch, a empresa de retalho de luxo online, liderada pelo empreendedor José Neves, está a preparar a entrada na bolsa de Nova Iorque. A informação é avançada pela Sky News, segundo a qual a Farfetch está prestes a escolher os bancos de investimento que vão trabalhar no processo de admissão à bolsa. A tecnológica pode vir a valer cinco mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros).

A abertura do capital deverá ocorrer num intervalo de 18 meses, apesar de fontes próximas da empresa, ouvidas pela estação inglesa, avançarem que ainda não existe um calendário formal para a admissão à bolsa. A Sky diz que a Farfetch já é uma das startups mais valiosas com sede no Reino Unido, estatuto que seria confirmado se a oferta inicial em bolsa valorizasse a empresa em cinco mil milhões de dólares (cerca de 4,5 mil milhões de euros). A estação inglesa não explica qual é o fundamento para este valor.

A abertura do capital da Farfetch era um objetivo já assumido pelo presidente executivo no ano passado. José Neves apontava então para o final de 2017, quando eram esperados lucros.

Farfetch está a preparar entrada na bolsa de Nova Iorque

Numa resposta citada pela Sky News, José Neves adianta apenas que um IPO (siga inglesa para oferta inicial de ações) é algo que pode ser considerado no futuro, “mas atualmente estamos focados no crescimento do negócio, com os investidores que suportam na totalidade o plano de negócios e os investimentos na construção de uma plataforma tecnológica para a indústria global do luxo, THR”.

A Farfetch permite a centenas de marcas de topo, incluindo lojas independentes, vender a partir das suas plataformas digitais e ajuda a gerir as funções de backoffice de forma mais eficiente. A empresa, que emprega 1.200 pessoas, ainda deverá apresentar prejuízos este ano, refere Sky News.

Farfetch quer recrutar 500 pessoas em Portugal até ao final do ano

Corrigido o nome da empresa no título.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: asuspiro@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site