Logo Observador
Metro de Lisboa

Metropolitano de Lisboa transportou 135.000 passageiros na noite de Stº. António

117

O Metropolitano de Lisboa transportou 135.000 passageiros em toda a sua rede, no período compreendido entre as 20h00 de dia 12 e as 08h00 desta terça-feira, anunciou a transportadora.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

O Metropolitano de Lisboa transportou 135.000 passageiros em toda a sua rede, no período compreendido entre as 20h00 de dia 12 e as 08h00 desta terça-feira, anunciou a transportadora.

O Metropolitano, pela primeira vez, alargou o horário de funcionamento na noite de Santo António, de 12 para 13 de junho, na linha Azul — Santa Apolónia/Reboleira, e, na linha Verde – Cais do Sodré/Telheiras -, para algumas estações que estiveram a funcionar 24 horas ininterruptamente.

Na linha Azul, as estações abertas ao público 24 horas foram Santa Apolónia, Terreiro do Paço, Baixa-Chiado, Restauradores, Marquês de Pombal, Jardim Zoológico, Colégio Militar e Pontinha.

Na Verde, ininterruptamente, funcionaram as estações de Cais do Sodré, Baixa-Chiado, Rossio, Martim Moniz, Alameda, Areeiro e Telheiras.

Segundo um comunicado do Metropolitano, neste período de tempo transportou-se um quarto dos passageiros diários.

Para o Metro de Lisboa, esta iniciativa inédita “revelou-se do maior sucesso”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Obituário

Custa-me acreditar que tenha partido tão cedo

Aníbal Cavaco Silva

Miguel Beleza serviu Portugal com grande competência, ajudando-o a vencer as crises financeiras por que passou e a dar passos decisivos para que acompanhasse o aprofundamento da integração europeia.