Cristiano Ronaldo

O mural de Ronaldo, que ninguém pode visitar, na Rússia

433

A cidade russa de Kazan decidiu assinalar a chegada de Cristiano Ronaldo, que vai disputar a Taça das Confederações, com um mural que ninguém, ou quase ninguém, consegue visitar.

O mural encontra-se num pequeno edifício de dois andares, situado num beco junto ao hotel em que a seleção portuguesa está hospedada

MÁRIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A cidade de Kazan decidiu assinalar a chegada de Cristiano Ronaldo, que vai disputar a Taça das Confederações ao serviço de Portugal, com um mural em homenagem ao futebolista, obra que ninguém, ou quase, consegue ter acesso.

Num pequeno edifício de dois andares, situado num beco junto ao hotel em que a seleção portuguesa está hospedada, aparece pintada a cara de Ronaldo, a sorrir e a piscar o olho esquerdo, numa imagem construída sobretudo com cores alegres e que tem ‘CR7’ escrito em baixo.

Alguns quartos do hotel têm vista para a obra de Dmitry Chalov, o artista escolhido pelos governantes de Kazan para criar esta homenagem ao jogador português.

Graças à participação na Taça das Confederações, que arranca no sábado, a figura de Ronaldo passou a fazer parte desta cidade russa, mas, para já, visualizar a obra é praticamente impossível, visto está escondida numa zona privada e fechada, sem acesso ao público.

O beco está vedado por um enorme portão verde e lá dentro aparece uma senhora já com alguma idade, responsável pelo controlo das entradas e saídas, que afasta prontamente qualquer curioso, repetindo várias vezes a palavra “niet” (não, em russo) e com gestos a ordenar que se abandone o local.

Depois de quase duas horas de espera, com a ajuda do ‘staff’ da Federação Portuguesa de Futebol, de um membro da organização da Taça das Confederações e da segurança do hotel, a Agência Lusa conseguiu, finalmente, ter acesso ao mural de Ronaldo.

Durante esse período de espera, jornalistas, adeptos ou simples curiosos foram sempre impossibilitados de ver a imagem do jogador português.

A seleção nacional, que vai competir na Taça das Confederações com o estatuto de campeã europeia, estreia-se no domingo perante o México, na Arena Kazan.

A formação lusa, que está incluída no Grupo A, defronta na segunda jornada a anfitriã Rússia, a 21 de junho, em Moscovo, e fecha o agrupamento a 24 perante a Nova Zelândia, em São Petersburgo.

A Taça das Confederações, prova que serve de teste para o Mundial2018, que vai acontecer igualmente na Rússia, termina a 02 de julho.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site