Cristiano Ronaldo

“Vítima de perseguição”, Cristiano Ronaldo quer deixar o Real Madrid

809

Notícia é avançada pelo jornal A Bola. Cristiano Ronaldo está a preparar saída de Espanha, e deverá fazê-lo já a seguir às férias pós-Taça das Confederações. Motivo: as acusações de fraude fiscal.

Javier Lizon/EPA

Cristiano Ronaldo pode estar mesmo de saída do Real Madrid, e de Espanha. Segundo avança o jornal desportivo A Bola na edição desta sexta-feira, o melhor jogador do mundo já falou com o presidente do clube, Florentino Pérez, e deverá anunciar a sua decisão já no próximo mês, depois do período de férias que se seguirá à participação de Portugal na Taça das Confederações. Fontes do clube madrileno, no entanto, confirmam ao jornal espanhol A Marca que a conversa existiu mas que o clube está a tentar segurar o jogador português.

O jornal A Bola cita “fonte segura” para dizer que a “decisão está tomada”, embora o jogador português não a tenha tomado de “ânimo leve”. O motivo prende-se com o facto de Cristiano Ronaldo estar “desiludido” com a situação levantada pela autoridade tributária espanhola, que o acusa de fuga ao fisco. Ronaldo diz-se “vítima de perseguição” e recusa-se a ser “o palhaço no circo”.

Segundo o mesmo jornal, a decisão já terá sido tomada há dois ou três meses, tendo Cristiano pensado em falar com Florentino Pérez dois meses antes do final da época. Não o terá feito para não prejudicar os objetivos do clube de ganhar a liga espanhola e a Champions, mas agora que esses objetivos foram alcançados, não quis adiar mais. A ideia é sair já no próximo mês, quando terminar a prestação da seleção portuguesa na Taça das Confederações e quando chegar ao fim o período de férias.

O jornal espanhol a Marca confirma esta sexta-feira a notícia avançada por A Bola, acrescentando que fontes do clube madrileno ainda têm esperança de que o craque português reconsidere, em função dos desenvolvimentos da situação fiscal e da “pressão” que os dirigentes madridistas poderão fazer junto do jogador para que permaneça no clube.

Incerto é o destino de Ronaldo quando (ou se) sair de Espanha, sendo que a liga inglesa ou francesa podem ser opções, nomeadamente o Manchester United ou o Paris Saint German. Cristiano Ronaldo sempre disse que tinha sido feliz em Manchester mas que queria terminar a carreira no Real — daí ter recentemente renovado o contrato com o clube de Madrid até 2021.

No final de maio, numa entrevista ao jornal La Sexta, Ronaldo queixou-se de ser assobiado no Santiago Bernabéu, lembrando-se que em Manchester os adeptos nunca o trataram assim. Ainda assim, reiterou intenção de ficar em Madrid até “aos 41 anos”.

Na terça-feira, o Ministério Público de Madrid acusou Cristiano Ronaldo de ter, de forma “consciente”, criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros. O futebolista português é acusado de quatro delitos contra os cofres do Estado, cometidos entre 2011 e 2014, que contabilizam uma fraude tributária de 14.768.897 euros. Cristiano nega tudo, dizendo estar de consciência tranquila.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rdinis@observador.pt
IPSS

Raríssimas, uma história de subdesenvolvimento

Helena Garrido

Num país desenvolvido as instituições teriam funcionado e a Casa dos Marcos teria sido fiscalizada. Nenhum país enriquece sendo como vimos que Portugal é no caso Raríssimas. Enriquecem algumas pessoas

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site