Futebol

Selecionador mexicano espera “dificultar muito a vida” a Portugal na Taça das Confederações

O selecionador do México, Juan Carlos Osorio, afirmou garantiu que a sua equipa vai "dificultar muito" a vida à formação lusa na Taça das Confederações de futebol.

SERGEY DOLZHENKO/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O selecionador do México, Juan Carlos Osorio, afirmou neste sábado que Portugal é “uma das melhores seleções do mundo”, mas garantiu que a sua equipa vai “dificultar muito” a vida à formação lusa na Taça das Confederações de futebol. “Portugal é campeão europeu e coletivamente é umas das melhores equipas do mundo. É uma equipa muito difícil de parar e que tem um grande treinador. Mas, nós também temos uma boa equipa e temos possibilidade de vencer. Trabalhámos muito bem esta semana e sabemos que vamos dificultar muito a vida de Portugal”, afirmou Juan Carlos Osorio.

O técnico colombiano falava aos jornalistas na Arena Kazan, na Rússia, na conferência de imprensa de antevisão do duelo de domingo com a seleção portuguesa, da primeira jornada do Grupo A da Taça das Confederações.

Questionado sobre como o México vai parar Cristiano Ronaldo, Osorio referiu que a sua equipa vai ter que apresentar uma “defesa muito sólida”, não só para impedir o avançado do Real Madrid, mas também os restantes “excelentes jogadores” da formação lusa. “Vamos jogar contra Portugal e não contra Ronaldo. Ele é um grande jogador, mas Portugal tem outros excelentes jogadores. Precisamos sobretudo de ter a bola e impedir que eles consigam fazer transições rápidas. Nisso, Portugal é muito bom”, considerou.

O treinador, de 56 anos, apontou mesmo a seleção portuguesa como uma das favoritas a vencer a Taça das Confederações, lembrando que Fernando Santos trouxe consigo os melhores jogadores, tirando o médio Renato Sanches, ‘relegado’ para o Europeu de sub-21. “Portugal está a levar isto muito a sério e vem com o objetivo de ganhar. Vai ser um jogo interessante para nós, já que estamos habituados a competir com equipas que se fecham e são mais defensivas”, disse.

Juan Carlos Osorio, que construiu grande parte da sua carreira em equipas da Colômbia e Estados Unidos, classificou Fernando Santos como um “treinador de elite” e contou uma conversa que teve com o selecionador português, em novembro do ano passado, durante o sorteio da Taça das Confederações. “Ele falou comigo sobre várias coisas, mas lembro sobretudo o que ele me disse sobre as questões mentais e como preparou a seleção portuguesa neste sentido para competir no Europeu. Vai ser uma honra competir com ele”, reconheceu o técnico.

O selecionador mexicano, que está no cargo desde outubro de 2015, admitiu ainda que jogadores como Herrera, Layun e Jiménez, que atuam no campeonato português, foram importantes para preparar o duelo com Portugal. “Eles transmitiram-nos algum dos conhecimentos que têm, mas, como devem calcular, não vou revelar aqui o que eles disseram”, concluiu.

O Portugal-México está agendado para as 18:00 locais (16:00 horas de Lisboa) de domingo, em Kazan, e terá arbitragem do argentino Néstor Pitana.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
António Costa

Pelos caminhos de Portugal

Paulo Tunhas

António Costa acha que “este ano foi particularmente saboroso para Portugal”. Houve, é verdade, os mortos dos fogos, houve Tancos, houve o caso da Raríssimas. Mas que importa isso?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site