5 comandantes demitidos depois do roubo de armas

O Chefe do Estado-Maior do Exército decidiu exonerar cinco comandantes para não interferirem nas averiguações, na sequência do roubo das armas, em Tancos. E não lhe passa pela cabeça demitir-se.

Por Marlene Carriço, Ana França