Logo Observador
Coreia do Norte

EUA confirmam que o míssil lançado pela Coreia do Norte era intercontinental

Os Estados Unidos confirmaram que o foguete lançado esta segunda-feira pela Coreia do Norte foi um míssil balístico intercontinental, informaram fontes do Comando Pacífico das Forças Armadas.

O míssil balístico voou mais tempo do que qualquer prova de mísseis norte-coreanos levada a cabo até agora

KCNA HANDOUT/EPA

Os Estados Unidos confirmaram esta terça-feira que o foguete lançado esta segunda-feira pela Coreia do Norte foi um míssil balístico intercontinental, informaram fontes do Comando Pacífico das Forças Armadas à cadeia Fox News.

O míssil balístico voou mais tempo do que qualquer prova de mísseis norte-coreanos levada a cabo até agora, 37 minutos, o que implica que o regime de Kim Jong-un poderia ter a capacidade de atacar o estado do Alaska.

É a primeira vez que Pyongyang logra lançar um míssil com estas características de forma aparatosa, enquanto o Pentágono continua a investigar este lançamento para ter uma análise mais detalhada do ensaio, o 11.º este ano e o primeiro desde 8 de junho, o qual chegou a voar por 30 minutos.

Segundo vários órgãos de informação norte-americanos, membros da administração de Donald Trump convocaram hoje uma reunião para abordar o assunto, enquanto o mandatário se encontra descansado no seu clube de golfe da Virginia, por ocasião das celebrações do 04 de julho, Dia da Independência do país.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt