Curiosidades Auto

Gumball 3000 arranca sob ameaça de Trump

Trump visitará Varsóvia nos próximos dias. A segurança tentou impedir que os concorrentes da Gumball se instalassem, como previsto, no hotel onde Trump vai ficar. E o espectáculo musical foi anulado.

Autor
  • Alfredo Lavrador

A primeira etapa da Gumball 3000 ligou Riga a Varsóvia, mas mais do que superdesportivos, festas e convívio, do que se falou mesmo foi do Presidente dos EUA. Não que Donald Trump decidisse “fazer uma perninha” na “corrida mais louca do mundo”, mas sim porque a segurança do líder americano, que é esperado na capital polaca nos próximos dias, não só não queria os concorrentes no hotel reservado há muito pela organização – onde Trump se irá hospedar –, como tratou que se anulasse o espectáculo musical à chegada, que iria animar a noite de Varsóvia.

Polémicas à parte, a partida de Riga foi protegida pelos deuses, pelo menos os da chuva, pois o mau tempo que caracterizou os dias anteriores na capital letã fez um ligeiro intervalo na manhã de domingo. Tal permitiu à organização montar o tradicional espectáculo de música e dança, que em Riga foi de tal forma animado que J. Carpinteiro, um dos concorrentes portugueses, quase não deu por ter levado com um drone na cabeça.

Veja aqui como foi a partida de Riga:

Os primeiros quilómetros, ainda na Letónia, decorreram quase sem incidentes, com as 135 equipas inscritas a terem ainda bem presente o ritmo da megafesta da noite anterior, onde toda a gente dançou, até os robots, impulsionados pela batida de Afrojack, o reputado DJ e uma das celebridades presentes no Gumball deste ano, juntamente com CeeLo Green, vocalista dos Gnarls Barkley e júri do concurso The Voice. Mas o que os concorrentes não contavam era com a mão mais pesada das autoridades polacas, pelo que assim que entraram na Polónia voltou a chuva, mas desta vez de multas e por excesso de velocidade.

Depois de contribuir para os cofres do Estado polaco, os concorrentes regressaram à estrada, já mais leves – ao nível da carteira – e mais contidos no acelerador. Mas convenhamos que não é fácil manter um carro, que facilmente passa dos 300 km/h, constantemente abaixo dos 90 km/h. Curioso é o facto de esta prova, reservada a automóveis – esquecendo o camião, é claro –, ser acompanhada por um grupo de motos da Harley-Davidson, marca americana que é um dos patrocinadores da Gumball 3000.

Ao fim da tarde, os participantes começaram a chegar a Varsóvia, onde eram esperados por muito mais público do que o que acompanhou a saída de Riga e isto apesar de não haver música, com as autoridades polacas a temerem que, muito provavelmente, Afrojack começasse ali, com o seu beat, a III Guerra Mundial. O que é pena, pois com tanta miúda e tão pouca roupa, Donald Trump até podia relembrar os tempos em que era organizador de concursos de beleza.

Terminada a etapa, os participantes rumaram ao hotel. Todos menos dois: a equipa do Lancia 037, que como seria de esperar avariou e necessitava urgentemente de um reboque, e a do híbrido BMW i8 que, em cada oportunidade corre atrás da primeira tomada eléctrica para recarregar a pequena bateria de apenas 7,1 kWh. É que, sem ela, o potente coupé de 362 cv fica reduzido ao motor 1.5 Turbo a gasolina, que não fornece mais que 231 cv. E, perante tanto Ferrari, Lamborghini e McLaren ninguém quer fazer má figura.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site