Logo Observador
Estados Unidos da América

Congressistas republicanos incluem 1,4 mil milhões de euros para muro no orçamento

Os congressistas republicanos vão incluir no orçamento de 2018 os 1,6 mil milhões de dólares para a construção de um muro entre os EUA e o México. Ainda não é claro que o Congresso aprove o orçamento.

Apesar do acordo entre os republicanos, que dominam a Câmara dos Representantes, não é claro que o Congresso aprove estes orçamentos

ALEJANDO BRINGAS/EPA

Os congressistas republicanos vão incluir no orçamento de 2018 os 1,6 mil milhões de dólares que a Casa Branca solicitou para construir um muro entre os Estados Unidos e o México.

De acordo com o projeto divulgado na terça-feira, a proposta do Comité de Apropriações da Câmara dos Representantes também prevê 100 milhões de dólares (cerca de 87 milhões de euros) para a contratação de 500 agentes para as patrulhas fronteiriças e 185,6 milhões para um milhar de agentes migratórios.

Estes números coincidem com os solicitados em finais de maio pela Casa Branca através do seu gabinete de administração e orçamento.

Trump solicitou 1,6 mil milhões de dólares (cerca de 1,4 mil milhões de euros) para construir 51,5 quilómetros de muro na zona de Valle del Río Grande (sul do Texas) e 45 quilómetros de cerca na mesma zona. Também deseja erguer outros 22,5 quilómetros de muro na zona de San Diego (Califórnia) para substituir o existente.

Estas são algumas das zonas “com mais detenções” em toda a fronteira sul e onde o muro “impedirá a passagem de traficantes de droga e de pessoas”, segundo o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

Apesar do acordo entre os republicanos, que dominam a Câmara dos Representantes, não é claro que o Congresso aprove estes orçamentos, já que para obter “luz verde” do Senado é preciso um mínimo de oito votos dos democratas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt