Logo Observador
Ciência

Ministro da Ciência pede investigação a afastamento de bolseiros da FCT

O ministro da Ciência pediu à Inspeção-Geral de Educação e Ciência (IGEC) uma "verificação detalhada" dos procedimentos que levaram ao cancelamento das bolsas de dois bolseiros da FCT.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O ministro da Ciência pediu à Inspeção-Geral de Educação e Ciência (IGEC) uma “verificação detalhada” dos procedimentos que levaram ao cancelamento das bolsas de dois bolseiros da FCT, prometendo tirar “ilações políticas” das conclusões do relatório.

Numa audição perante os deputados da comissão parlamentar de Educação e Ciência, a requerimento do Partido Comunista Português (PCP) sobre a situação na Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, reafirmou a “total confiança” no presidente da instituição, Paulo Ferrão.

Em causa está o caso de dois bolseiros de Gestão de Ciência e Tecnologia, aos quais a FCT instaurou processos administrativos por suspeita de violação do dever de dedicação exclusiva e de potenciais conflitos de interesse.

O ministro disse que espera resultados do trabalho da IGEC antes de setembro.

“Certamente que retirarei todas as ilações políticas necessárias”, disse Manuel Heitor, que acrescentou que “até prova em contrário” mantém “total confiança no presidente da FCT”.

O ministro adiantou ainda que a solicitação feita à IGEC inclui a verificação de todas as bolsas de todas as instituições, na sequência de uma carta enviada à tutela pelo Provedor de Justiça.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Ciência

Os Pobres Pupilos do Sr. Reitor

João Pires da Cruz
669

O senhor Reitor é de uma clareza cristalina: se não fugirem às obrigações fiscais, as universidades veem a aplicação de umas ridículas garantias laborais aos bolseiros como favorecimento aos privados.