Circuito Mundial de Surf

Frederico Morais sonha ser campeão do mundo, mas passo a passo

203

Frederico Morais (Kicas) tem o sonho de se sagrar campeão do mundo em surf, porém sublinhou que deve "pensar passo a passo" e concentrar-se no principal objetivo de se manter no circuito mundial.

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O português Frederico Morais disse este sábado ter o sonho de se sagrar campeão do mundo em surf, porém sublinhou que deve “pensar passo a passo” e concentrar-se no principal objetivo de se manter no circuito mundial.

“Eu gosto de pensar passo a passo. Foi um segundo lugar e primeiro quero ficar no ’tour’. É o meu primeiro ano, acho que não vale a pena começar a sonhar alto de mais e cada coisa a seu tempo. É assim que eu que gosto de trabalhar e é assim que a minha equipa trabalha comigo”, começou por dizer ‘Kikas’, prosseguindo: “Para já, foi um resultado inacreditável. Foi a minha primeira nota 10.”

Na chegada ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, depois da final perdida na etapa sul-africana, disputada em Jeffreys Bay, para o brasileiro Filipe Toledo por uma diferença de 0,27 pontos, ao efetuar 8,33 e 9,40 (17,73), contra os 8,83 e 9,17 (18,00), o surfista luso quer “assentar na terra e continuar a trabalhar”.

‘Kikas’ foi o primeiro surfista luso a atingir a final de uma etapa do WCT [circuito mundial], ao superar os compatriotas Tiago Pires e Vasco Ribeiro, e revelou que tem o sonho de vencer o circuito, apesar de não ser um objetivo imediato.

“Há esse sonho e não posso esconder, mas sei que há muito trabalho pela frente e, para já, quero manter-me no ’tour’. É o meu objetivo e é nisso que eu penso”, explicou.

Frederico Morais abordou ainda a próxima prova do circuito, desejando igualmente que corra bem, tal como na África do Sul.

“O Taiti é uma etapa em que eu nunca estive, vai ser a minha primeira vez. Tenho a certeza de que é um lugar lindíssimo e vai ser uma experiência inacreditável. É como tudo, uma pessoa vai sempre focada, dar tudo por tudo e esperar que corra pelo melhor”, finalizou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site