Literatura Infantil

10 livros para oferecer a avós e netos

No Dia Mundial dos Avós, os únicos familiares com uma coleção de histórias maior do que Sherazade, nada como alargar o repertório com uma seleção de livros onde são eles os protagonistas.

A Ilha do Avô

De Benji Davies (Orfeu Negro). 14,50€

Benji Davies dedica este livro ao avô e consegue uma dupla proeza: erguer um universo mágico através das suas ilustrações recheadas de pormenores e ao mesmo tempo fazer desse universo uma metáfora feliz para aquele momento em que avôs e netos têm de dizer adeus (sem nunca se separar). Os mais atentos reconhecerão no traço e no universo náutico o autor de A Baleia, publicado na mesma coleção Orfeu Mini em 2016 e um dos melhores livros do ano. Neste A Ilha do Avô também há uma história de amizade à beira-mar, mas desta vez entre um avô e um neto de viagem a uma ilha tropical e mágica de onde o avô (ou o leitor) não quer voltar.

A Manta

De Isabel Minhós Martins e Yara Kono (Planeta Tangerina). 12,50€

A originalidade da Planeta Tangerina só podia dar nisto: quando a editora publicou uma história aos quadradinhos, não o fez através da tradicional banda desenhada mas sim de retalhos de tecido. “A minha avó aquecia-nos os pés e contava-nos histórias antigas até o sono nos vencer. Não contava histórias de um livro porque não precisava. Tínhamos a manta”, lê-se logo ao início. É a manta do título, um enorme conjunto de retalhos que, na cabeça da avó, corresponde a uma série de histórias de família. Um quadradinho conta o momento em que uma gravidez deu origem a um ensopado entornado, outro recorda uma saia de uma tia que chegou a ser presa e, retalho a retalho, o livro cose um testemunho do poder da memória nas relações entre avós e netos.

O Meu Avô

De Catarina Sobral (Orfeu Negro). 12€

Jacques Tati teve O Meu Tio, Catarina Sobral tem O Meu Avô. No livro, que lhe valeu o Prémio Internacional de Ilustração na Feira do Livro de Bolonha, em 2014, a autora faz uma série de referências ao realizador francês e a outros génios da cultura mundial, como Charles Chaplin e Fernando Pessoa, mas faz sobretudo uma homenagem à figura do avô e à sua forma de aproveitar o dia. Narrado do ponto de vista do neto e sempre por oposição às 24 horas de um atarefado empresário que almoça à secretária e chega a casa de noite, o livro mostra duas formas distintas de viver o tempo (com ou sem piqueniques na relva e aulas de pilates). No fim só nos resta concordar com o neto, quando diz: “o tempo voa quando estou com o meu avô.”

OMAvô_CPweb

A Avó Adormecida

De Roberto Parmeggiani e João Vaz de Carvalho (Kalandraka). 13€

Roberto Parmeggiani dedica este livro “a todas as avós que esquecem” e “a todos os netos, para que recordem”, para além de o dedicar à sua própria avó. E é uma história pessoal, e muito comovente, aquela que é acompanhada pelas ilustrações também sensíveis de João Vaz de Carvalho. Sem nunca aparecer a palavra Alzheimer, o livro conta a forma como um neto vive a doença da avó, e a sua ausência. Uma homenagem genuína e enternecedora, sobretudo para quem já não tem avós e, como diz o autor, não os esquece.

Sin t’tulo-2

Eu Adoro o Meu Avô / Avó

De Giles Andreae e Emma Dodd (Booksmile). 10,99€

Os passeios, as brincadeiras, os lanches, a cumplicidade e as muitas histórias — Eu Adoro o Meu Avô é uma celebração da relação entre avôs e netos. Há rimas sobre a experiência (“o meu avô é mesmo especial/ o que eu não consigo fazer — faz ele, afinal”) ou a diferença de idades (“acho que o meu avô tem mais anos do que menos, e por isso as suas orelhas têm cabelos pequenos”) e cada página está ilustrada de forma ternurenta. Para as senhoras, a Booksmile acaba de publicar também Eu Adoro a Minha Avó, do mesmo autor, Giles Andreae (de As Girafas Não Dançam).

O Rosto da Avó

Simona Ciraolo (Orfeu Negro). 13,50€

Cada ruga tem uma memória e é uma linha na história desta mulher. Uma ruga remete para a noite em que conheceu o marido, na montanha-russa, outra para o melhor piquenique que fez à beira-mar, com as amigas, outra ainda para uma manhã de primavera em que fez uma grande descoberta e viu uma gata a dar à luz. O mais recente livro da italiana Simona Ciraolo, autora de Quero um Abraço, faz zoom no Rosto da Avó para contar uma história ternurenta sobre o envelhecimento e a passagem do tempo.

A Minha Avó é a Melhor do Mundo

De Maria João Lopo de Carvalho e Helena Nogueira (Oficina do Livro). 11,10€

A Minha Avó é a Melhor do Mundo, diz o Gil. A mais bonita e a que faz os melhores cozinhados. Mas será mesmo? É que às vezes é mandona, obriga-o a fazer os trabalhos de casa, zanga-se com ele e não tem energia para jogar à bola. A constatação leva a uma ideia genial, que rapidamente se revela não ser tão genial assim: fazer uma poção que permita mudar a avó e deixá-la ao gosto do neto. Uma história cheia de reviravoltas de Maria João Lopo de Carvalho, autora de uma série de “melhores do mundo” dedicada ao pai, à mãe e até à professora.

Histórias Para os Avós Lerem aos Netos

De Isabel Stilwell (Verso da Kapa). 13,90€

A capa tem um aviso: “pais não entram neste livro”. O que entra são histórias para partilhar naquele momento de cumplicidade em que os netos se deitam na cama — ou no colo — para ouvir os avós começarem uma frase com as palavras mágicas “era uma vez”. Geralmente imaginação não lhes falta, mas para o caso de isso acontecer, Isabel Stilwell reúne mais de 20 pequenos contos neste volume que, agora, tem também uma edição acompanhada de um audiolivro. Algumas são para adormecer, mas também há histórias para acordar.

historiasavosnetos capa

O Livro da Avó Alice

De Alice Vieira (Lua de Papel). 14,90€

Depois de escrever para os mais novos, Alice Vieira escreveu para as avós. Como se vê pelo título, este livro é seu e é construído a partir da própria experiência da autora, que abre a porta de casa para partilhar as suas histórias, memórias e brincadeiras preferidas. No entanto, é da Alice mas é também personalizável, como se vê desde logo pela página onde se pede ao leitor: “cole aqui a fotografia dos seus netos”.

livro_avo_alice

Como Tomar Conta de uma Avó

De Jean Reagan e Lee Wildish (Booksmile). 9,99€

As responsabilidades invertem-se neste bestseller do New York Times, porque é a neta que toma conta da avó, e não o contrário. Na verdade, não interessa quem toma conta de quem. Na coleção, que conta com um outro livro chamado Como Tomar Conta de um Avô, Jean Reagan dá, em tom bem humorado, várias sugestões de brincadeiras para avós e netos fazerem em casa ou no parque, de cozinhar biscoitos de canela a cantar um dueto. Descanso é que não vão ter.

Como Tomar Conta de uma Avó

Artigo originalmente publicado a 26.07.2015 e atualizado a 26.07.2017 para incluir novos livros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: adferreira@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site