Logo Observador
Instituto Nacional Estatística

Indicadores de confiança dos consumidores e de clima económico continuam a aumentar

Os indicadores de clima económico e da confiança dos consumidores aumentaram nos últimos sete meses, atingindo em julho o máximo desde junho de 2002.

 Os indicadores de clima económico e da confiança dos consumidores aumentaram nos últimos sete meses, revela o Instituto Nacional de Estatística

Jose Sena Goulao/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Os indicadores de clima económico e da confiança dos consumidores aumentaram nos últimos sete meses, atingindo em julho o máximo desde junho de 2002, revelam dados de julho divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta sexta-feira.

A evolução do indicador de confiança dos consumidores resultou, segundo o INE, do contributo positivo das expectativas relativas à evolução do desemprego, da situação económica do país e da situação financeira do agregado familiar, tendo as perspetivas sobre a evolução da poupança apresentado um contributo negativo.

Sem a utilização de médias móveis de três meses, o indicador de confiança diminuiu ligeiramente no último mês, com o contributo negativo das perspetivas relativas à evolução do desemprego e da situação económica do país.

As opiniões sobre a evolução da poupança no momento atual recuperaram em julho, prolongando o movimento ascendente iniciado em setembro, mas o saldo das expectativas sobre a evolução da poupança diminuiu nos últimos dois meses, interrompendo o perfil positivo observado desde julho de 2016.

Segundo os dados estatísticos, o saldo das opiniões sobre a evolução dos preços diminuiu nos últimos três meses, após ter aumentado nos seis meses anteriores, enquanto o saldo das expectativas de evolução dos preços diminuiu em julho, pelo quarto mês consecutivo, depois de ter aumentado nos três primeiros meses do ano.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Açores

O despertar da bela adormecida?

Maria João Avillez

E sobre isso, um véu de melancolia tão pesado e uma solidão tão desolada que moldaram os poetas, politicos e pintores que os Açores nos deram.

Serviço Nacional de Saúde

O registo oncológico nacional

Filipa Iglésias

A divulgação de dados pessoais tão sensíveis como os relativos à saúde deve ser feita com consentimento directo dos cidadãos, de forma livre, específica, informada, explícita e não por defeito.