Aeroportos

British Airways e easyJet alertam passageiros para possíveis atrasos em aeroportos da UE

Os Aeroportos da União Europeia podem sofrer atrasos de quatro horas. O alerta está a ser dado pela British Airways e pela easyJet aos passageiros que preveem regressar ao Reino Unido.

Aeroportos de Espanha, Portugal, França, Itália e Bélgica já foram afetados até à data

ANDY RAIN/EPA

As companhias aéreas britânicas British Airways (BA) e easyJet alertaram esta sexta-feira com mensagens de telemóvel os seus passageiros para possíveis atrasos de até quatro horas que encontrarão nos controlos de segurança em aeroportos de países da União Europeia (UE).

Desde a introdução em abril passado de novos sistemas de segurança reforçados para as pessoas que entram e saem do espaço Schengen têm sido registadas esperas de até quatro horas para superar aqueles controlos. Assim, as companhias britânicas aconselharam os clientes que preveem regressar ao Reino Unido das suas férias este fim de semana para chegarem aos aeroportos pelo menos três horas antes da saída do voo.

Aeroportos de Espanha, Portugal, França, Itália e Bélgica já foram afetados até à data e prevê-se que a situação se agrave ao longo do fim de semana, já que será, segundo as previsões do setor, um dos mais movimentados fins de semana de verão. A irlandesa Ryanair também alertou para “possíveis atrasos nos controlos de imigração pela rede europeia”.

A reforma do Código de Fronteiras de Schengen figura no âmbito das medidas adotadas pela UE para tentar erradicar o terrorismo islamita. Segundo as novas normas, o pessoal dos aeroportos deve comprovar e autenticar os documentos de viajem dos cidadãos quando entrem ou saiam do espaço Schengen.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Medicina

Mãe e avó

Pedro Vaz Patto

A respeitável intenção de ter um filho não pode levar a fazer deste um objeto de um desejo ou de um direito, a satisfazer esquecendo ou ultrapassado o seu supremo bem.

Pobreza

O dia mundial dos pobres, uma hipocrisia?!

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Com o valor, certamente astronómico, da hipotética venda da Pietà, milhões de pobres, que vivem agora na miséria, poderiam ser significativamente ajudados.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site