Logo Observador
Angelina Jolie

Brad Pitt e Angelina Jolie suspendem divórcio

1.061

Fontes próximas do casal dizem que a atriz Angelina Jolie está disposta a desistir do divórcio e a dar outra oportunidade a Brad Pitt, se ele não beber "nem mais uma gota".

O casal conheceu-se nas gravações do filme Mr. e Mrs. Smith, em 2004

Tim P. Whitby/Getty Images

O casal mais emblemático de Hollywood – Brad Pitt e Angelina Jolie – pode vir a desistir do divórcio, anunciado em setembro de 2016, após uma discussão a bordo de um voo. Fontes próximas do casal disseram à revista US Magazine, que “Angelina continua apaixonada por Brad”.

Numa entrevista dada em maio à revista GQ, o ator admitiu ter um problema com a bebida, e terá sido isso que levou a uma discussão acesa com a filha Maddox, de 16 anos, e ao pedido de divórcio de Angelina Jolie. A notícia caiu como uma bomba em Hollywood onde o casal era apontado como modelo.

Brad Pitt fala do divórcio e culpa a bebida: “Estava a beber demasiado”

Agora, Angelina parece estar “disposta a retomar a relação se ele mostrar que está comprometido a cuidar da família”, disse um amigo da actriz à US Magazine, não esquecendo que o ator teria “que provar que não bebe nem mais uma gota, e que também quer reatar [a relação]”.

O casal conheceu-se nas gravações do filme Mr. e Mrs. Smith, em 2004, e em 2005 a relação tornou-se oficial quando Brad anunciou que se ia tornar pai adotivo dos filhos que Angelina já tinha adotado. Viriam a ter filhos próprios mais tarde.

Há que recordar que, nessa altura, Pitt era casado com a atriz Jennifer Aniston (Friends) desde 2000, e a notícia da sua separação foi polémica.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt