Logo Observador
Moçambique

Moçambique aumenta exportações no primeiro semestre

No primeiro semestre do ano, Moçambique aumentou as exportações em 673,2 milhões de dólares. Já as importações cresceram em 20 milhões de dólares, refere um comunicado divulgado esta sexta-feira.

ANTÓNIO SILVA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Moçambique aumentou as suas exportações em 673,2 milhões de dólares no primeiro semestre deste ano e viu as importações crescerem em 20 milhões de dólares, estima o Banco de Moçambique, em nota distribuída esta sexta-feira à imprensa em Maputo.

Dados provisórios da balança comercial sinalizam uma melhoria substancial da economia“, refere o Comité de Política Monetária do Banco de Moçambique (CPMO), no comunicado, sem referir, porém, o patamar alcançado pela conta externa do país, de janeiro a junho do ano em curso.

O Banco de Moçambique diz que os indicadores sugerem a melhoria da atividade económica, o que se traduz na recuperação do índice de clima económico em junho, pelo terceiro mês consecutivo, refletindo o otimismo acrescido dos empresários quanto à procura e emprego futuros.

“Esta dinâmica corrobora as previsões de recuperação do crescimento económico para 2017, ainda que abaixo do potencial”, assinala o CPMO, que analisou a conjuntura da economia moçambicana numa sessão dirigida pelo governador do banco central, Rogério Zandamela.

As Reservas Internacionais Líquidas, prossegue a nota, continuam a fortalecer-se e até 9 de agosto fixavam-se em 2,4 mil milhões de dólares, suficientes para cobrir 6,1 meses de importações, excluindo as transações dos grandes projetos.

Entre junho e 9 de agosto, o Banco de Moçambique comprou dos bancos comerciais 347,7 milhões de dólares”, refere o comunicado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Economia

Viva o turismo

João Marques de Almeida

Os “novos aristocratas” acham que têm privilégios especiais. Passam a vida inteira a viajar, mas nunca são turistas. As massas da classe média viajam pouco, mas se o fazem são logo turistas detestados

Terrorismo

Do lado de dentro da janela

Helena Matos

Tudo resultou em mais gritos Alá é grande”, mais carrinhas descontroladas afinal conduzidas por mão firme, mais lobos solitários que tinham quem os apoiasse. Mas "Nós não temos medo". Claro que temos