Startups

Codacy angaria 4,3 milhões de euros em investimento

210

Startup liderada por Jaime Jorge fechou uma ronda de investimento de 4,3 milhões de euros. Operação foi liderada pelos suecos da EQT Ventures. Caixa Capital e Faber Ventures também participaram.

Em 2014, a Codacy venceu a competição final da Web Summit, em Dublin

Pedro Jorge

A startup portuguesa Codacy fechou uma ronda de investimento Série A em capital de risco no valor de 5,1 milhões de dólares (4,3 milhões de euros). A operação foi liderada pela sueca EQT Ventures e contou com a participação das capitais de risco portuguesas Faber Ventures e Caixa Capital, do fundo britânico Seedcamp e do alemão Join Capital, avançou a publicação tecnológica TechCrunch.

Ao Observador, Jaime Jorge, adiantou que o objetivo da ronda é expandir a operação e continuar a adquirir novos clientes. “Temos um grande foco no produto e em continuar a ser a melhor solução do mercado. Por isso, a engenharia é uma das nossas maiores prioridades“, afirmou o fundador e líder que já conta com “milhares de milhões de linhas de código a serem analisadas por semana, mais de 40 mil programadores e muitas centenas de clientes espalhados por todo o mundo”.

A revisão de código tornou-se uma parte essencial do desenvolvimento do fluxo de trabalho e os programadores passam mais de 20% do seu tempo a rever código para encontrar erros o quanto antes, assegurando a qualidade. Com a Codacy, estimamos que otimizamos o tempo que os programadores reveêm o código em 30%”, afirmou Jaime Jorge.

A Codacy foi fundada em 2012 por Jaime Jorge e João Caxaria, que queriam criar uma rede de análise de código. Objetivo: encontrar erros desoftware para ajudar os programadores a trabalhar com mais eficiência. Dois anos depois, a startup portuguesa venceu a competição final da Web Summit, em Dublin, colocando Lisboa no radar de Paddy Cosgrave, fundador do evento que acabou por se mudar para o Parque das Nações em 2016.

Portuguesa Codacy venceu “óscares” para startups europeias

Entre os clientes da Codacy, estão nomes como o Paypal, a Adobe, a Qlik ou o Centro de Investigação ao Cancro do Reino Unido. Em 2015, a Codacy recebeu um milhão de euros de investimento, numa operação liderada pela Caixa Capital e que incluiu também os já investidores Henrique de Castro, E.S. Ventures, Join Capital e Faber Ventures.

Ao Observador, o administrador executivo, Stephan Morais, explicou na altura que era possível que a Codacy avançasse para uma ronda de investimento maior (Série A) no próximo ano e meio, porque tem uma ferramenta competitiva a nível mundial e opera num segmento que acredita ter cada vez mais procura – o da programação. Atualmente, trabalham 18 pessoas na startup portuguesa.

Stephan Morais: “Ninguém duvida que há capital em Portugal” para investir

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site