Aeroporto de Lisboa

Erro de operação levou ao atraso de 17 voos no Aeroporto de Lisboa

A ANA-Aeroportos de Portugal esclareceu que "um erro de operação" no Aeroporto de Lisboa, "levou ao atraso de 17 voos para não comprometer questões de segurança".

Segundo a ANA, a situação foi detetada pelas 19h10 de domingo, tendo a operação no aeroporto ficado "totalmente normalizada às 21h54"

João Relvas/LUSA

A ANA-Aeroportos de Portugal esclareceu esta segunda-feira que “um erro de operação por parte da empresa de handling” no Aeroporto de Lisboa no domingo, “levou ao atraso de 17 voos para não comprometer questões de segurança”.

Um erro de operação por parte da empresa de handling Groundforce no Aeroporto de Lisboa, levou ao atraso de 17 voos para não comprometer questões de segurança. Numa operação efetuada por aquela empresa foram incorretamente desembarcados alguns passageiros do voo TAP 1482 com origem em Dakar”, lê-se num comunicado hoje divulgado pela ANA.

A empresa explica ainda que, detetado o erro, foram “de imediato implementadas medidas de segurança pela PSP e pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). A PSP procedeu à evacuação da área e à verificação de segurança, tendo sido pedido ao SEF o encerramento temporário da fronteira de partidas” do aeroporto internacional Humberto Delgado.

“Todos os passageiros no local foram encaminhados para a sala de chegadas de controlo de passaportes“, acrescenta o mesmo comunicado.

Segundo a ANA, a situação foi detetada pelas 19h10 de domingo, tendo a operação no aeroporto ficado “totalmente normalizada às 21h54”, quando “foi reaberta a fronteira de partidas”.

Uma fonte do Ministério da Administração Interna tinha referido, no domingo, à agência Lusa que o problema surgiu quando o autocarro que transportou os passageiros do voo com origem em Dakar do avião até ao terminal os desembarcou numa porta destinada a passageiros provenientes do espaço Schengen, o espaço europeu de livre circulação de pessoas.

Assim, a zona internacional do aeroporto teve de ser isolada para as autoridades poderem proceder à verificação documental de todos os passageiros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site