Incêndios

Incêndio em suinicultura no concelho de Beja matou 234 porcos

O incêndio que deflagrou no domingo na suinicultura de Beja provou a morte de 234 porcos. O fogo atingiu a estrutura que acabou por abater sobre os animais depois de consumida pelas chamas.

O alerta do incêndio foi dado no domingo às 18h56

PAULO CUNHA/LUSA

O incêndio que deflagrou no domingo numa suinicultura no Monte da Preguiça, na freguesia de Baleizão, concelho de Beja, provocou a morte de 234 porcos, disse à agência Lusa fonte da GNR esta segunda-feira.

Os 234 porcos mortos são todos os que estavam na estrutura da suinicultura atingida pelo fogo, explicou o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Beja da GNR, capitão Daniel Ferreira. Segundo o oficial, a GNR pediu a comparência da Polícia Judiciária no local para averiguar se há indícios de crime.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja explicou à Lusa que o incêndio, cujo alerta foi dado no domingo às 18h56, atingiu a estrutura, a qual “foi consumida” pelas chamas e “abateu”, com os animais no interior.

O combate às chamas, que foram consideradas extintas às 20h25, mobilizou 24 operacionais, apoiados por sete viaturas, das corporações de bombeiros de Beja, Ferreira do Alentejo e Serpa e da GNR.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site