Música

Single inédito do cantor George Michael estreou-se na BBC

Um 'single' inédito gravado pelo músico George Michael antes da sua morte, em dezembro passado, passou esta manhã, pela primeira vez, na BBC Radio 2.

MIKE NELSON/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Um single inédito gravado pelo músico George Michael antes da sua morte, em dezembro passado, passou esta manhã, pela primeira vez, na BBC Radio 2, canal da cadeia pública britânica de rádio e televisão, que anunciara a estreia na véspera.

O produtor Nile Rodgers, que trabalhou com o artista até pouco antes da sua morte afirmou, em comentários à BBC, que espera que a canção faça os fãs de Michael sentirem-se orgulhosos.

De acordo com a BBC, a música provém da mistura nunca antes ouvida da canção “Fantasy”, integrada no álbum “Faith”, em 1987.

O publicista de Michael admite que a canção em causa deveria ter sido incluída no álbum do artista de 1990, “Listen Without Prejudice”, mas que acabou por se perder.

Entretanto, George Michael, no ano passado, pedira a Rodgers para a remisturar, uma vez que a canção iria figurar como ‘single’ principal da reedição de “Listen Without Prejudice”, que tem saída agendada para dia 20 de outubro.

Numa mensagem publicada pelas irmãs do artista britânico na sua página oficial, Melanie e Yioda, estas afirmaram que pretendem continuar “a partilhar e desfrutar do legado maravilhoso [do irmão]”, como “ele teria gostado”. “Iremos sempre tentar respeitá-lo, mantendo-nos fiéis às ambições e intenções [do Michael]”, assinalam.

Rodgers manifestou-se via Twitter, realçando que sentia uma “ambiguidade emocional” quanto à canção recém desvendada, que evocava “lágrimas, incerteza, felicidade e amor”.

O artista que deu voz a êxitos como “Freedom ’90” (1990), “Last Christmas” e “Wake me up before you go-go” – ambos de 1984 enquanto parte do duo musical Wham! com Andrew Ridgeley – morreu na sua casa de Oxfordshire (Inglaterra), no dia 25 de dezembro de 2016.

A autópsia, realizada em março, confirmou que o músico morreu de causas naturais, aos 53 anos. Inicialmente, a polícia classificou, a morte como inexplicada, após os resultados obtidos das análises realizadas terem sido dados como inconclusivos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site