Rússia

Ameaças de bomba obrigam à remoção de 10 mil pessoas em Moscovo

Edifícios e espaços públicos em Moscovo tiveram de ser evacuados devido a um conjunto de ameaças de bomba, diz a imprensa russa. Só na terça-feira, 22 cidades russas foram alvo de ameaças.

Getty Images/iStockphoto

Mais de 10 mil pessoas estarão a ser retiradas de vários edifícios em Moscovo, entre eles universidades e estações de comboios, no seguimento de várias ameaças de bomba, avança a imprensa russa, citando fontes das forças de segurança.

De acordo com a agência de notícias TAS, mais de duas dezenas de edifícios terão tido ordem de evacuação devido a várias ameaças, que terão sido feitas quase em simultâneo.

Os telefonemas com as ameaças terão começado ao mesmo tempo e continuado durante a evacuação dos edifícios, obrigando as autoridades a enviarem especialistas no desarme de explosivos e unidades caninas para o local.

Entre os alvos destas ameaças estarão as maiores estações de comboios da capital russa, mais de uma dúzia de centros comerciais e pelo menos uma universidade.

De acordo com a mesma agência, citada pela Russia Today, as autoridades russas têm se visto a braços com uma epidemia destas ameaças, que não se têm revelado verdadeiras. Muitas dessas chamadas serão originárias da Ucrânia, de acordo com as forças de segurança.

Só na terça-feira, vários espaços terão sido evacuados em 22 cidades russas, obrigando à remoção de 45 mil pessoas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt
Rússia

Quem esconde carrascos estalinistas e o seu chefe?

José Milhazes
248

Um tribunal de Moscovo recusou novo pedido da família de Raoul Wallengerg, diplomata sueco que salvou do Holocausto dezenas de milhares de judeus, de acesso à documentação sobre o seu destino na URSS.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site