Tesla

Model 3 e Y serão metade do mercado até 2020

314

A Tesla tem planos ambiciosos de crescimento e um estudo da Morgan Stanley deixa o aviso à concorrência: Model 3 e Model Y podem vir a representar, até 2020, metade do mercado dos veículos eléctricos.

Autor
  • Francisco António

Marca norte-americana não raras vezes apontada como líder no desenvolvimento e afirmação do veículo eléctrico, a Tesla pode vir a dominar, dentro de apenas três anos, o mercado mundial deste tipo de propostas. Quem o afirma é a conhecida (e também norte-americana) empresa de serviços financeiros Morgan Stanley.

Num estudo entretanto divulgado, a companhia assegura que, caso os ambiciosos planos de crescimento anunciados pela marca de Elon Lusk se confirmem, só os modelos Model 3 e Model Y serão suficientes para garantir metade do mercado global de veículos eléctricos, até 2020.

Vale a pena? Tudo o que quer saber sobre o Model 3

Depois de a Tesla ter anunciado, em 2016, a intenção de aumentar a sua produção anual para os 500 mil veículos até 2018, como forma de responder à procura esperada para o novo Model 3, e ao qual deverá seguir-se uma variante crossover, para já conhecida apenas como Model Y, eis que uma empresa mundialmente reconhecida como a Morgan Stanley, confirma que, apesar dos esforços dos principais rivais, o fabricante de Palo Alto pode mesmo vir a dominar o mercado mundial dos automóveis eléctricos.

Através de um gráfico, a Morgan Stanley antecipa, com o apoio da empresa de estudos de mercado IHS, que a implementação do veículo eléctrico, a nível mundial, poderá chegar aos 800 mil veículos em 2023. E enumera alguns dos potenciais principais players do mercado, nos próximos anos – com os dois modelos Tesla a dominarem.

O Model Y é uma variante crossover do novo Model 3 (vai ter a mesma plataforma), com chegada prevista ao mercado “no final de 2019 ou início de 2020”. Segundo previsões do próprio fabricante, a procura pelo Model Y deverá suplantar a do Model 3, com Musk a prever (em 2016) que esta pudesse situar-se entre os 500 mil e 1 milhão de unidades por ano. Isto, contra “apenas” 500 mil do sedan compacto.

Model Y. O SUV com base no Model 3 vai inovar

Apesar da surpresa que o estudo da Morgan Stanley suscita, os números nele contidos, não se aproximam – nem de perto, nem de longe – dos anunciados pela Tesla. Os quais são, no entanto, colocados em causa pela maioria dos experts, que duvidam que o fabricante norte-americano possa vir a conseguir alcançar tamanhos níveis de produção…

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site