Catalunha

Procuradoria espanhola manda abrir investigações a apoiantes do referendo na Catalunha

A Procuradoria-Geral espanhola mandou abrir investigações aos autarcas que manifestaram apoio ao referendo na Catalunha. Autarcas serão obrigados a prestar declarações. Se não cumprirem, serão detidos

TONI ALBIR/EPA

A Procuradoria-Geral espanhola deu esta quarta-feira ordem a todas as procuradorias regionais para abrirem investigações aos autarcas da Catalunha que mostraram apoio à preparação e celebração do referendo à independência da Catalunha previsto para o próximo dia 1 de outubro, considerado ilegal pelas autoridades.

De acordo com o El País, as procuradorias regionais terão agora de notificar, através da polícia, os autarcas de cada um de estes municípios para que prestem declarações junto do Ministério Público na qualidade de investigado e de arguido.

A ordem vai mais longe e diz que se estes autarcas decidam não comparecer no prazo previsto, as autoridades devem ordenar a sua detenção, que deve ser efetivada “no prazo mais breve possível” pela polícia da Catalunha.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt
Função Pública

Os bons alunos

Maria João Avillez
310

A plateia do país percebeu muito bem que não fora o insignificante resultado eleitoral do PC e Jerónimo não cuidaria hoje com tanto afã e tamanho zelo da função pública.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site