Espanha

Pilar Abel não é filha de Dalí. Mas quem pagará o custo da exumação e dos testes de ADN? Ninguém se entende

Caso a Fundação Gala-Dalí recorra para o Supremo Tribunal e este declare a decisão de exumar o corpo um "erro judicial", a despesa terá que ser suportada pelos contribuintes espanhóis.

George Konig/Keystone Features/Getty Images

A história tem cada vez mais traços de surrealismo — como surrealista foi Salvador Dalí na arte. Ninguém quer pagar o custo da exumação (e posteriores testes de ADN) aos restos mortais do pintor catalão. E, caso ninguém assuma a despesa, esta poderá ser paga pelos contribuintes espanhóis.

Depois da exumação, os resultados: Pilar Abel Martínez não é filha de Salvador Dalí

No dia 20 de julho, e depois de uma batalha legal que começou há quase dois anos, o caixão de Salvador Dalí (que morreu em 1989 e seria embalsamado após a morte) foi aberto. Isto depois de uma operação delicada que durou três longas horas e na qual foi necessário remover uma laje de meia tonelada. Os especialistas do Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses de Catalunha (IMLCFC) levariam uma tíbia, um fémur, unhas e dentes do pintor. Feitos os testes, o IMLCFC declararia que a cartomante Pilar Abel, que alegava há vários anos ser a legitima herdeira do pintor, não era afinal filha deste. Agora, será necessário repetir toda a exumação para devolver ao caixão de Dalí os restos mortais que foram levados para teste.

Qualquer das operações teve e terá custos. Tal como os testes laboratoriais os tiveram. Mas quem pagará? Segundo o Ministério Público espanhol, Pilar deverá suportar a despesa com os testes e a Fundação Gala-Dalí a da exumação. Até aqui tudo bem. O El Español avança que o preço da exumação pode ter ultrapassado os 20.000 euros. Quanto ao preço dos testes de ADN, terá ficado pelo 3.000 ou pouco menos, adianta o mesmo jornal.

O problema é que nem a Fundação Gala-Dalí quer pagar a exumação, nem a filha-que-afinal-não-o-era tem como pagar os testes de ADN. A mulher de 61 anos declarou-se insolvente há dois anos (não tendo sequer como pagar a um advogado para a defender em tribunal) quando fez entrar na justiça espanhola um pedido para ser reconhecida como filha de Salvador Dalí.

Quem é a taróloga que diz ser filha do pintor Salvador Dalí?

A sentença só será tornada pública nos próximos dez dias ou, no pior dos cenários, daqui por um mês. A Fundação Gala-Dalí vê na decisão de exumar os restos mortais de Dalí algo “desproporcional, injustificado e totalmente inadequado”. Caso a Fundação seja chamada a pagar o preço da exumação, recorrerá para o Supremo Tribunal. E caso o Supremo Tribunal declare a decisão de exumar o corpo um “erro judicial”, a despesa terá que ser suportada pelo Ministério da Justiça. Ou seja, pelos contribuintes espanhóis. Pilar Abel, essa, não ganhou um pai… mas também não perdeu nada com isso.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: tpalma@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site