Lifestyle

Chega o outono, aumenta a queda do cabelo

Ver o cabelo acumulado na escova, perdido na almofada e a ir pelo ralo da banheira pode ser normal com a entrada no outono. Não precisa de entrar em pânico. Mas comece a tratar já.

Getty Images/iStockphoto

As férias de verão vão sempre acabar, o regresso ao trabalho vai sempre custar e o cabelo vai sempre cair. É quase a lei da vida. E não há razões para entrar em pânico. A renovação capilar faz-nos perder entre 50 a 100 fios de cabelo por dia, mas saiba que, por cada fio que cai, outro vai nascer nesse mesmo folículo. Quando a queda é maior do que a média – o que é normal acontecer nesta altura de queda sazonal associada ao outono e ao inverno – é preciso encontrar tratamentos próprios que a travem e favoreçam o crescimento de novos fios.

Se não sabe por onde começar, aproveite a Campanha Especial Cabelos da Well’s com descontos até 30% em cartão Continente em grandes marcas de produtos capilares e ainda aconselhamento especializado em todas as lojas Well’s.

Os momentos da vida em que podemos perder cabelo

Há várias causas para a queda do cabelo. A mais comum é a hereditária, resulta do património genético e afeta maioritariamente os homens. Nas mulheres, verifica-se uma queda acentuada depois da gravidez e na menopausa. E a queda ocasional pode estar associada a períodos de stress e, claro, nas mudanças da estação, principalmente no início do outono e no fim do inverno, afetando tanto homens como mulheres. Uma vez identificada a sua causa, é importante procurar os tratamentos adequados.

Na hora de tratar, aceite a opinião de um especialista

Tal como compra um champô para o seu tipo de cabelo, também tem de fazer um tratamento anti queda que atue na origem do problema. E como as opções são muitas, é fácil cair em erro. Enquanto a Loção Neoptide Ducray combate a queda e a perda do cabelo pela passagem do tempo, a Loção Force Tri-Active da Klorane é especialmente formulada para a queda crónica instalada – hormonal ou hereditária. E tal como a linha Dercos da Vichy tem tratamentos em ampolas para mulheres e para homens diferenciados, o mesmo acontece com os suplementos alimentares fortificantes.

Adquirir produtos sem saber se são os tratamentos certos pode prejudicar ainda mais o problema. Na Campanha Especial Cabelos da Well’s pode beneficiar de aconselhamento com uma equipa formada para responder a todas as dúvidas de produtos anti queda de cabelo. Para além disto, será ainda possível fazer rastreios capilares em qualquer loja Well’s.

Além de tratar, é preciso cuidar todos os dias

Sempre que se verifique uma queda de cabelo fora do normal, é preciso agir imediatamente para a travar. Mas no dia a dia, há vários gestos simples que devem ser adicionados à rotina capilar e que vão fortalecer os fios como evitar dormir com o cabelo molhado, prender o cabelo em apanhados muito apertados, fazer demasiados tratamentos químicos (como colorações ou alisamentos) ou usar aparelhos quentes como secadores e ferros de alisar excessivamente. Por outro lado, deve ter uma alimentação rica em ferro e proteínas, fazer exercício físico regular, praticar atividades que promovam o relaxamento para evitar picos de stress e não fumar nem beber álcool em demasiado.

Lembre-se que o cabelo afeta diretamente a autoestima e estudos dizem que oito em cada dez pessoas afirma sentir-se melhor quando está satisfeita com o seu cabelo. Procurar tratar dele não é apenas uma questão de vaidade, mas também de autoconfiança, bem-estar e até felicidade.

Prepare-se para entrar no outono com a ajuda da Well’s e das melhores soluções para o seu cabelo.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
Crónica

Meus pais e seus aparelhos eletrônicos

Ruth Manus

Parece que todos os aparelhos eletrônicos que os meus pais compram foram vítimas de algum tipo de maldição que tornou seu funcionamento algo absolutamente anormal. 

Pobreza

Em nome dos filhos

Diogo Prates

Esta é a oportunidade de a direita portuguesa conseguir com um discurso simples mas eficaz apagar de vez a imagem de que a esquerda é a única que se preocupa com os mais pobres e desfavorecidos. Não é

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site