Estradas

Acidentes nas estradas provocaram 378 mortos este ano, mais 56 do que em 2016

Mais acidentes, mais mortos, mais feridos graves, mais feridos ligeiros. O pior distrito é o Porto, seguido de Setúbal e Lisboa.

O ano de 2017 já leva mais de 95.500 acidentes

PAULO CUNHA/LUSA

O número de mortos nas estradas portuguesas aumentou este ano cerca de 17%, tendo os acidentes rodoviários provocado 378 vítimas mortais, indicou esta quarta-feira a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, morreram nas estradas portugueses, entre 1 de janeiro e 30 de setembro, mais 56 pessoas em relação a período homólogo de 2016.

O número de desastres também aumentou este ano, tendo-se registado 95.549 acidentes nos primeiros nove meses do ano, mais 1.016 do que no mesmo período de 2016, quando ocorreram 94.533, adianta a Segurança Rodoviária.

A ANSR refere também que Porto (55), Setúbal (44) e Lisboa (37) foram os distritos com mais mortos nas estradas entre janeiro e setembro.

Já os distritos com menor número de vítimas mortais este ano foram Portalegre (oito), seguido da Guarda e Viseu, com nove em cada um.

De acordo com a ANSR, os acidentes rodoviários provocaram este ano 1.641 feridos graves, mais 58 do que em período idêntico de 2016.

Também o número de feridos ligeiros aumentou ligeiramente entre janeiro e setembro, totalizando 29.007, contra os 28.550 do ano passado.

Os dados da ANSR dizem respeito ao número de vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site