Estados Unidos da América

Nate toca terra nos Estados Unidos como furacão de categoria 1

O olho do furacão vai passar por "partes do Mississípi, Alabama e Tennessee" durante esta noite e na noite de domingo, segundo o Centro Nacional de Furacões.

NASA/NOAA GOES Project HANDOUT/EPA

O furacão Nate, de categoria 1, tocou terra na madrugada deste domingo, perto da foz do rio Mississípi, no sul dos Estados Unidos, com ventos máximos de 136 quilómetros por hora, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

Entretanto, enfraqueceu ligeiramente e o NHC estima que voltará a atingir a costa do estado do Mississípi durante a noite.

O olho do furacão vai passar por “partes do Mississípi, Alabama e Tennessee” durante esta noite e na noite de domingo, segundo o NHC.

O furacão deslocava-se à velocidade de 32 quilómetros por hora, segundo o mais recente boletim do NHC.

A faixa costeira entre a Ilha Grande do Luisiana e a fronteira entre os estados do Alabama e Flórida estão sob aviso de furacão, enquanto na cidade de Nova Orleães e respetiva área metropolitana o alerta foi baixado para tempestade tropical.

Segundo o NHC, é pouco provável que o furacão Nate ganhe força depois de ter tocado terra, devendo converter-se em depressão tropical na noite de domingo.

Antes de tocar terra nos Estados Unidos, Nate causou mais de 25 mortos à passagem pela América Central.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
António Costa

Pelos caminhos de Portugal

Paulo Tunhas

António Costa acha que “este ano foi particularmente saboroso para Portugal”. Houve, é verdade, os mortos dos fogos, houve Tancos, houve o caso da Raríssimas. Mas que importa isso?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site