Cinema

PR francês iniciou procedimentos para retirar Legião de Honra a Harvey Weinstein

Emmanuel Macron anunciou que "iniciou os procedimentos" para retirar a legião de Honra, a mais importante distinção francesa, ao produtor norte-americano Harvey Weinstein, acusado de crimes sexuais.

PAUL BUCK/EPA

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou em Paris que “iniciou os procedimentos” para retirar a legião de Honra, a mais importante distinção francesa, ao produtor norte-americano Harvey Weinstein, acusado de crimes sexuais.

“Sim, dei início aos procedimentos para formalizar a retirada da Legião de Honra, e pedi ao Grande Chanceler da Ordem que abra um processo disciplinar”, disse Macron ao canal de televisão TF1, na sua primeira grande entrevista na televisão após a sua eleição em maio.

O código da Legião de Honra estabelece para os cidadãos franceses distinguidos que observem um “comportamento desonroso” a eventual suspensão ou exclusão da ordem, enquanto que para os estrangeiros galardoados apenas uma única medida está prevista, e que é a “retirada” da distinção.

Criada pelo imperador Napoleão I, no início do século XIX, a Legião de Honra é uma distinção que recompensa civis e militares pelas suas ações e serviços prestados à França. Muitos artistas foram, por essa razão, distinguidos com a ordem.

Harvey Weinstein foi nomeado cavaleiro da Legião de Honra em março de 2012, pelo Presidente Nicolas Sarkozy.

A Academia norte-americana de Cinema e Ciências Cinematográficas, que atribui os Óscares, anunciou no sábado que decidiu expulsar o produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio, agressão sexual e violação de mulheres.

Harvey Weinstein, que durante muitos anos dominou Hollywood, recebeu uma chuva de críticas e comentários de repúdio depois de, na última semana terem sido publicadas notícias, nos jornais New Yorker e New York Times, revelando inquéritos ao seu comportamento baseados em dezenas de acusações.

Na quarta-feira, a Academia Britânica de Cinema e Televisão (BAFTA) anunciou a suspensão imediata da sua associação ao produtor.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site