Dilma Rousseff

Dilma Rousseff usará depoimento de delator para pedir a anulação do impeachment

Os advogados de Dilma Rousseff vão anexar o depoimento de um delator que confessou à Justiça brasileira ter dado dinheiro para subornar parlamentares na votação do processo de impeachment.

MÁRIO CRUZ/EPA

Os advogados de Dilma Rousseff vão anexar o depoimento de um delator que confessou à Justiça brasileira ter dado dinheiro para subornar parlamentares na votação do processo de impeachment (destituição). A informação foi divulgada esta segunda-feira numa nota assinada pelo advogado da ex-chefe de Estado, José Eduardo Cardozo.

O advogado alega que o depoimento de Lúcio Funaro, um agente do mercado financeiro que confessou ter dado um milhão de reais para o ex-deputado Eduardo Cunha comprar apoio de deputados e aprovar o afastamento da ex-Presidente, tornou todo o processo nulo.

Na delação premiada [acordo de confessar crimes em troca da redução da pena] do senhor Lúcio Funaro, ficou demonstrado que o ex-deputado Eduardo Cunha comprou votos de parlamentares em favor do impeachment“, considera José Eduardo Cardozo.

“A defesa de Dilma Rousseff irá requerer, nesta terça-feira, 17 de outubro, a juntada dessa prova nos autos do mandado de segurança, ainda não julgado pelo STF [Supremo Tribunal Federal], em que se pede a anulação da decisão que cassou o mandato de uma Presidente legitimamente eleita“, completou.

Dilma Rousseff foi destituída do cargo de Presidente do Brasil em agosto do ano passado ao ser considerada culpada da prática de crimes fiscais ao final de um longo processo julgado pelos membros do Congresso, que junta as câmaras baixa (Câmara de Deputados) e alta (Senado) do parlamento.

Um juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) já havia negado um pedido para anular o impeachment em 2016, mas a defesa da ex-Presidente entrou com um recurso sobre a decisão.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crise Política no Brasil

Carta a Michel Temer

Ruth Manus
1.408

Como se faz para olhar de frente para aqueles que conhecem a nossa podridão sem nenhum tipo de constrangimento? Como se faz para não se importar com nada,e seguir em frente com os nossos objectivos?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site