Celebridades

Richard Branson alvo de burla de 5 milhões de dólares – saída de um filme de James Bond

O famoso dono da Virgin foi alvo de uma tentativa de burla que envolvia o governo britânico. Seis meses depois, a mesma pessoa conseguiu enganar um amigo de Richard Branson fazendo-se passar por ele.

Richard Branson tem 67 anos e uma fortuna avaliada em 5 mil milhões de dólares

RAY STUBBLEBINE/EPA

Richard Branson, o bilionário fundador do grupo Virgin, revelou que foi burlado por um homem que se fez passar pelo ministro da Defesa britânico. O empresário contou tudo num blogue, numa tentativa de reunir informação para encontrar o burlão.

Esta história parece saída de um livro do John le Carré ou de um filme do James Bond, mas infelizmente é tudo verdade”, escreveu Branson.

Há seis meses, depois de um esquema muito elaborado que envolveu uma falsa nota do governo enviada para a casa do empresário, Richard Branson recebeu uma chamada de alguém que dizia ser o ministro da Defesa britânico, Michael Fallon.

O homem ao telemóvel disse ao famoso empresário que um importante diplomata britânico tinha sido raptado por terroristas que estavam a exigir um resgate. Continuou, ao dizer que o governo não está autorizado a pagar resgates, mas que havia uma particular razão, muito sensível, que urgia o salvamento do diplomata. Dessa maneira, o governo estava a pedir contributos a vários empresários britânicos.

Pediu-me para contribuir com 5 milhões de dólares para o resgate e assegurou-me que o governo britânico ia encontrar uma maneira de devolver o dinheiro emprestado”, explicou Branson. O empresário suspeitou e não quis arriscar: contactou o gabinete do ministro da Defesa, que lhe assegurou que Michael Fallon não tinha entrado em contacto com ele.

O caso foi reportado às autoridades mas seis meses depois o dono da Virgin soube que um amigo, que descreveu como sendo um importante empresário nos Estados Unidos, recebeu uma chamada de um burlão que se fazia apresentar como ele próprio – isso mesmo, como Richard Branson.

“O burlão fez uma impressionante imitação minha e disse que precisava urgentemente de um empréstimo enquanto eu estava a mobilizar ajuda nas Ilhas Virgens Britânicas”, contou Branson, que tem uma pequena ilha naquele arquipélago que totalmente destruída depois da passagem do furacão Irma. O burlão aproveitou o contexto e inventou uma história para conseguir receber dinheiro do tal empresário americano.

O que ele disse foi que eu não conseguia contactar o meu banco no Reino Unido porque não tinha comunicações para a Europa e que só tinha conseguido fazer uma chamada por satélite para esse empresário nos Estados Unidos”, elaborou Richard Branson, para depois explicar que esta história não teve um final tão feliz como a sua: “o empresário, incrivelmente gracioso, deu dois milhões de dólares, que desapareceram imediatamente”.

O porta-voz do ministro da Defesa disse à Reuters que as autoridades estão a par das duas burlas e que o governo e a polícia estão a trabalhar em conjunto para encontrar o responsável.

Richard Branson é uma das personalidades mais famosas do Reino Unido. No início dos anos 70 criou a Virgin Records, uma editora, que hoje em dia pertence ao grupo Virgin, que inclui uma empresa de caminhos de ferro, cinco companhias aéreas, uma operadora móvel e outra de televisão por cabo e uma equipa de Fórmula 1.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Estado

O Estado e a verdade

Rui Ramos

Este é um Estado que teve seis anos José Sócrates à frente do governo, carregado de suspeitas de corrupção, mentira e conspiração contra o Estado de direito – e nada fez para esclarecer as dúvidas.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site