Cultura

Sam Smith atua em Lisboa em 2018

O cantor britânico Sam Smith irá regressar a Portugal para dar um concerto em nome próprio, a 18 de maio de 2018, na recém-renomeada Altice Arena, em Lisboa, anunciou a promotora Everything is New.

BRITTA PEDERSEN/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O cantor britânico Sam Smith irá regressar a Portugal para dar um concerto em nome próprio, a 18 de maio de 2018, na recém-renomeada Altice Arena – antigo Pavilhão Atlântico -, em Lisboa, anunciou esta sexta-feira a promotora Everything is New.

Em comunicado, a organização revelou que o artista irá pisar o território nacional aquando da “digressão europeia de apresentação do segundo álbum de originais”, intitulado “The Thrill Of It All”, cuja data de saída está prevista para o próximo dia 03 de novembro e que conta, até ao momento, com o single “Too Good at Goodbyes”.

O trabalho mais recente do artista sucede “In The Lonely Hour” (2014), que marcou a estreia discográfica de Sam Smith, apresentando ao público canções como “Stay With Me”, “I’m Not the Only One” ou “Money on My Mind”, e propiciando a passagem do artista por duas edições consecutivas do festival de verão Alive, em 2014 e 2015, no Passeio Marítimo de Algés. Com este primeiro álbum, o britânico conquistou quatro Grammys, incluindo os galardões das categorias de “Melhor Novo Artista” e “Melhor Álbum Pop”.

O trabalho de cantor chegou também a ser reconhecido com um Óscar por parte da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, pelo tema “Writing’s on the wall”, integrado na banda sonora do filme mais recente da saga do agente de espionagem James Bond – “007 Spectre”, de 2015.

Os bilhetes para o espetáculo serão colocados à venda a partir da próxima sexta-feira, dia 27, nos locais habituais, sendo que os preços se situam entre os 41 e 61 euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Angola

João Lourenço e MPLA: estamos juntos?

José Pinto

Apesar do seu debilitado estado de saúde, José Eduardo dos Santos ainda é o Presidente do MPLA. As exonerações dos seus familiares diretos dificilmente mereceram a sua aquiescência.

Caso José Sócrates

Quid custodiet custodiam?

Luís Ribeiro

Agora que o puzzle está claro, quanto será reaberto o inquérito ao crime contra o Estado de Direito para conhecermos a cumplicidade dos que então eram os mais altos responsáveis da Justiça portuguesa?

Pobreza

Amar com obras e não com palavras

P. Miguel Almeida, sj

Há uma diferença entre culpa e responsabilidade. O facto de não termos culpa de haver fome e pobreza no mundo não nos isenta da responsabilidade, simplesmente porque somos todos irmãos em humanidade.

Panteão Nacional

O sacrossanto panteão de Santa Engrácia

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
112

Se a república é laica, porque se apropriou de uma antiga igreja católica para seu panteão nacional? O laicismo não é capaz de arranjar um espaço próprio, onde sepultar os seus próceres?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site