Viral

Humor holandês ataca política de armas de Trump

151

Os mesmos humoristas holandeses que pediram a Trump, assim que tomou posse, para "não se esquecer da Holanda" (não obstante ser "America First"), voltaram à carga após o tiroteio de Las Vegas.

Os mesmos humoristas holandeses que pediram a Trump, assim que tomou posse, para “não se esquecer da Holanda” (não obstante ser “America First”, ou “América em primeiro lugar”), voltaram à carga após o tiroteio de Las Vegas.

Em mais um sketch que se tornou viral na internet, os humoristas criticam a lei de posse de armas americana. “Sunday with Lubach”, apresentado pelo humorista bLubach, brinca com a sigla da National Rifle Association (NRA) e compara-a a um vício — a Nonsensical Rifle Addiction, o que se pode traduzir por um “Vício Descabido por Armas”, cuja reabilitação é necessária para os americanos.

Veja o vídeo, em holandês, com legendas em inglês no Youtube:

“Caros cidadãos europeus”, começa assim o vídeo, “uma crise humanitária devastadora está a ameaçar um pequeno país, situado na costa da América do Norte: os Estados Unidos da América”. De seguida, o vídeo mostra algumas estatísticas sobre crimes conduzidos por armas, com resultados a que o narrador chama “uma terrível epidemia”: aproximadamente 24.000 feridos e 11.000 mortos só em 2017, o que equivale a 40 mortes por dia.

A “Nonsensical Rifle Addiction”, como o apresentador satiriza, é causada por uma “disfunção da segunda emenda pré-frontal” [uma referência à segunda emenda da Constituição norte-americana], situada no “córtex sem sentido” no cérebro dos americanos, o que faz com que os pacientes matem pessoas. “Começa com uma simples e inocente Colt, mas brevemente mostram sinais de espingardas, armas sniper [de atirador furtivo] e até M16.

Muitas vezes, “os doentes usam o silêncio para esconder a sua doença”, explica o sketch. Como uma ação de caridade, o programa convidou os europeus a ajudar a América a lidar com a NRA, fornecendo “água, cobertores, fatos, estatísticas, lógica” e “bombas de verdade”.

Las Vegas. Atirador faz 58 mortos em festival de música “country”. É o maior massacre de sempre nos EUA

O vídeo pretende chamar a atenção depois do tiroteio que aconteceu em Las Vegas, ao início deste mês, que provocou, no total, 58 mortos e mais de 500 feridos durante um concerto de música country. A questão da posse de armas tem sido um tema sensível na política americana. Donald Trump até agora tem defendido a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos, que protege o direito a ter armas.

Numa convenção feita em Abril deste ano, o presidente norte-americano prometeu reverter as medidas do presidente Barack Obama, que previam a intensificação das verificações de antecedentes e eliminar as zonas livres de armas em escolas e bases militares.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site