Beleza e Bem Estar

Depois da Coreia, os produtos de beleza do Japão que tem de conhecer

248

Conhecido pelas invenções bizarras, o Japão tem um mercado de beleza gigante e em expansão. Reunimos algumas marcas que se estão a tornar favoritas nos mercados ocidentais. A sua pele vai agradecer.

Autor
  • Helena Magalhães

Uma das coisas que a Internet nos trouxe e das quais podemos estar eternamente gratos, foi o acesso a marcas e a produtos que, de outra forma, dificilmente teríamos conhecimento. A não ser, claro, que viajássemos para o outro lado do mundo. E esta globalização está a impulsionar todos os lados da economia da beleza porque é certo e sabido que as companhias asiáticas têm estado na vanguarda dos cuidados de pele e são as grandes porta-vozes de muitas das tendências que, entretanto, chegaram até nós nos últimos anos. Uma delas e que veio revolucionar todo o conceito de pele e maquilhagem é o BB Cream que se tornou uma febre nos mercados europeus e americanos em 2011 e, hoje em dia, está totalmente enraizado nas nossas lojas e marcas.

Nos últimos anos, os produtos e as rotinas de beleza das mulheres Coreanas têm estado nas bocas (e na pele, literalmente) de toda a gente. Marcas Coreanas como Tony Moly e Erborian estão, hoje em dia, totalmente integradas no mercado português e, quando falamos do Japão, provavelmente só lhe vem à cabeça a gigante Shiseido. Mas, na verdade, a seleção de marcas japonesas a entrar no nosso mercado tem estado a expandir-se, muito graças às lojas online e às redes sociais. E muitas delas, se calhar nem sabia que são japonesas como a Shu Uemura, Sensai ou SK-II.

É certo que o Japão é conhecido pelas invenções mais bizarras que parecem só poder mesmo vir do outro lado do mundo como uma máscara de olhos que aquece, um exfoliante para ter pés de bebé e outras coisas – para nós meio estranhas – que o site Byrdie experimentou. Mas muitos produtos japoneses têm também ingredientes naturais baseados em plantas e a grande maioria deles é adequado a peles sensíveis dada a preocupação que as mulheres asiáticas têm com a pele.

À laia de curiosidade, a revista Asian Scientist diz que o Japão tem o maior gasto per capita no cuidado de pele e produtos de beleza bem como os maiores números de vendas. O que já explica, sem dúvida, a expansão deste mercado. Mas, tradicionalmente, as mulheres japonesas também têm favorecido os cosméticos ocidentais, o que é quase irónico dado que aqui estamos sedentos pelos cosméticos asiáticos. Reunimos uma fotogaleria toda made in Japan para conhecer, experimentar e gostar. E mais: na loja online Takaski pode comprar todo um universo de produtos japoneses desde comida, cafés, chás e, claro, produtos de beleza.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site