Futebol

Patrice Evra afastado do Marselha “com efeitos imediatos”

Em comunicado, o clube francês anunciou que afastou Patrice Evra "com efeitos imediatos". O lateral pontapeou um adepto antes do início do jogo com o Vitória de Guimarães, a contar para a Liga Europa.

Patrice Evra já não é jogador do Marselha

FILIP SINGER/EPA

O Marselha anunciou esta sexta-feira ter afastado “com efeitos imediatos” o futebolista francês Patrice Evra, em resultado dos incidentes de quinta-feira à noite, na visita ao Vitória de Guimarães, em que o lateral pontapeou um adepto do clube gaulês.

Em comunicado, o clube francês, que na quinta-feira saiu derrotado (1-0) de casa dos minhotos, em jogo do grupo I da Liga Europa, anuncia que Evra foi “afastado com efeitos imediatos”, após uma reunião com o presidente do emblema, Jacques-Henri Eyraud.

Além disso, o francês foi convocado para uma audiência com vista a uma possível sanção disciplinar.

Também os adeptos são visados no comunicado, em que o clube aponta o dedo ao “comportamento inaceitável da parte de uma mão cheia de provocadores, que gritaram ataques de ódio bastante sérios contra o jogador”.

“Como jogador profissional e experiente, Patrice Evra não podia ter respondido de forma tão inapropriada”, continua o documento, em que o clube garante que vai continuar a investigar o caso e “usar todos os meios legais à disposição contra os indivíduos que, sob o disfarce da paixão pelo Marselha, colocam em perigo a reputação do clube”.

A UEFA já abriu um inquérito aos incidentes da partida, com vários pontos de análise para a reunião e decisão do seu Comité Disciplinar, a 10 de novembro, tais como conduta violenta, invasão de campo por adeptos, material pirotécnico e distúrbios, no lado dos franceses.

Na nota, a UEFA menciona também a invasão de adeptos em acusação direcionada ao Vitória de Guimarães, sendo o clube o anfitrião do jogo do grupo I da Liga Europa de futebol.

Os adeptos e os jogadores do Marselha, no qual alinha o português Rolando, envolveram-se em agressões no relvado do Estádio D. Afonso Henriques antes do jogo para a Liga Europa de futebol entre a equipa francesa e o Vitória de Guimarães, que os vimaranenses viriam a vencer por 1-0.

As agressões começaram cerca de 25 minutos antes do início do jogo, com alguns dos cerca de 500 adeptos franceses a invadirem o relvado a partir da bancada norte do recinto vimaranense, tendo começado a agredir alguns dos jogadores mais próximos, o que levou o resto do plantel a acorrer ao local.

Durante os confrontos, Evra, lateral-esquerdo internacional pela seleção francesa que tem sido alvo de críticas pelo rendimento que tem apresentado, atingiu um dos adeptos com um pontapé e, mal o confronto foi sanado, dirigiu-se de imediato com dois colegas para o balneário, tendo sido depois expulso ainda antes do início do encontro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site